RELÓGIO

PARTICIPE SENDO UM SEGUIDOR DO BLOG

www.stepaway-polio.com

Google+

MAPA MUNDI

free counters

terça-feira, 16 de maio de 2017

Leishmaniose - Sintomas, Tratamentos e Causas | Minha Vida

O que é Leishmaniose?
Doença infecciosa, porém, não contagiosa, causada por parasitas do gênero Leishmania. Os parasitas vivem e se multiplicam no interior das células que fazem parte do sistema de defesa do indivíduo, chamadas macrófagos. Há dois tipos de leishmaniose: leishmaniose tegumentar ou cutânea e a leishmaniose visceral ou calazar. A leishmaniose tegumentar caracteriza-se por feridas na pele que se localizam com maior freqüência nas partes descobertas do corpo. Tardiamente, podem surgir feridas nas mucosas do nariz, da boca e da garganta. Essa forma de leishmaniose é conhecida como "ferida brava". A leishmaniose visceral é uma doença sistêmica, pois, acomete vários órgãos internos, principalmente o fígado, o baço e a medula óssea. Esse tipo de leishmaniose acomete essencialmente crianças de até dez anos; após esta idade se torna menos freqüente. É uma doença de evolução longa, podendo durar alguns meses ou até ultrapassar o período de um ano.
Causas
Transmissão
A leishmaniose é transmitida por insetos hematófagos (que se alimentam de sangue) conhecidos como flebótomos ou flebotomíneos. Os flebótomos medem de 2 a 3 milímetros de comprimento e devido ao seu pequeno tamanho são capazes de atravessar as malhas dos mosquiteiros e telas. Apresentam cor amarelada ou acinzentada e suas asas permanecem abertas quando estão em repouso. Seus nomes variam de acordo com a localidade; os mais comuns são: mosquito palha, tatuquira, birigüi, cangalinha, asa branca, asa dura e palhinha. O mosquito palha ou asa branca é mais encontrado em lugares úmidos, escuros, onde existem muitas plantas.
Doença é transmitida por mosquitos
As fontes de infecção das leishmanioses são, principalmente, os animais silvestres e os insetos flebotomíneos que abrigam o parasita em seu tubo digestivo, porém, o hospedeiro também pode ser o cão doméstico.
Na leishmaniose cutânea os animais silvestres que atuam como reservatórios são os roedores silvestres, tamanduás e preguiças. Na leishmaniose visceral a principal fonte de infecção é a raposa do campo.
Sintomas de Leishmaniose
Leishmaniose visceral: febre irregular, prolongada; anemia; indisposição; palidez da pele e ou das mucosas; falta de apetite; perda de peso; inchaço do abdômen devido ao aumento do fígado e do baço.
SAIBA MAIS
Vídeo: entenda os sintomas e o diagnóstico de leishmaniose
Leishmaniose cutânea: duas a três semanas após a picada pelo flebótomo aparece uma pequena pápula (elevação da pele) avermelhada que vai aumentando de tamanho até formar uma ferida recoberta por crosta ou secreção purulenta. A doença também pode se manifestar como lesões inflamatórias nas mucosas do nariz ou da boca.
Diagnóstico de Leishmaniose
O diagnóstico da leishmaniose é realizado por meio de exames clínicos e laboratoriais e, assim como o tratamento com medicamentos, deve ser cuidadosamente acompanhado por profissionais de saúde. Sua detecção e tratamento precoce devem ser prioritários, pois ela pode levar à morte.
Prevenção
Evitar construir casas e acampamentos em áreas muito próximas à mata
Fazer dedetização, quando indicada pelas autoridades de saúde
Evitar banhos de rio ou de igarapé, localizado perto da mata
Utilizar repelentes na pele, quando estiver em matas de áreas onde há a doença
Usar mosquiteiros para dormir
Usar telas protetoras em janelas e portas.

A leishmaniose é uma doença infecciosa, causada por parasitas do gênero Leishmania. Veja causas, sintomas e tratamentos da leishmaniose.

domingo, 14 de maio de 2017

Frente Parlamentar dos Direitos da Pessoa com Deficiência é instalada em Porto Alegre

Logotipo da FADERSBrasão da Secretaria da Justiça e dos Direitos HumanosCartilha Atitudes que fazem a diferença com Pessoas com Deficiência - Faders/SJDH

Frente Parlamentar dos Direitos da Pessoa com Deficiência é instalada em Porto Alegre


12/05/2017
Foi instalada, na manhã desta sexta-feira (12) a Frente Parlamentar dos Direitos da Pessoa com Deficiência na capital. A cerimônia, realizada na Câmara dos Vereadores de Porto Alegre, contou a presença da Faders Acessibilidade e Inclusão, que foi representada pela diretora técnica Marilu Mourão Pereira.


O presidente da Frente Parlamentar, o vereador Alvoni Medina, destacou que o objetivo da comissão é fazer valer os direitos da pessoa com deficiência. “A frente foi instalada para servir como um meio de comunicação com a sociedade. Queremos trazer mais garantias para o cumprimento dos direitos desta parcela da população. A partir de agora, lutaremos juntos por esta causa”, afirmou.

A diretora técnica da Faders Acessibilidade e Inclusão, Marilu Mourão Pereira, colocou a fundação a disposição da comissão. “Neste ano de 2017, estamos propondo uma série de encontros, visando levar mais subsídios e conhecimentos para as pessoas. A instalação da frente parlamentar favorece a Faders, e por isso nos colocamos a disposição para a realização de futuras parcerias”, completou.

O primeiro encontro da Frente Parlamentar dos Direitos da Pessoa com Deficiência ocorrerá no dia 9 de junho, as 10h, na Câmara de Vereadores de Porto Alegre.


Fonte: ASCOM/ Faders Acessibilidade e Inclusão

Fórum Temático "Conversando sobre Autismo: Unindo forças pela inclusão!" - Região das Missões

Logotipo da FADERSBrasão da Secretaria da Justiça e dos Direitos HumanosCartilha Atitudes que fazem a diferença com Pessoas com Deficiência - Faders/SJDH

Fórum Temático  "Conversando sobre Autismo: Unindo forças pela inclusão!" - Sto. Ant. das Missões - INSCRIÇÕES AQUI!

INSCRIÇÕES ONLINE, ACESSE AQUI!

Fórum Temático  "Conversando sobre Autismo: Unindo forças pela inclusão!" - Região das Missões

Data: 31/05/2017
Horário: 08h30 às 12 horas
Local: APAE de Santo Antônio das Missões
Endereço: Rua Manoel Flores, 6313 - Santo Antônio das Missões/RS

ABERTO AO PÚBLICO, COM INSCRIÇÕES GRATUITAS

INSCRIÇÕES ONLINE, ACESSE AQUI!

domingo, 7 de maio de 2017

IV Encontro Regional de Comunicação Alternativa ocorrerá em 02 de junho

Logotipo da FADERSBrasão da Secretaria da Justiça e dos Direitos HumanosCartilha Atitudes que fazem a diferença com Pessoas com Deficiência - Faders/SJDH

IV Encontro Regional de Comunicação Alternativa ocorrerá em 02 de junho


27/04/2017
A Faders Acessibilidade e Inclusão será uma das apoiadoras do IV Encontro Regional de Comunicação Alternativa, que ocorrerá no dia 2 de junho, entre as 8h e as 17:30 no Campus Porto Alegre do IFRS, na Rua Cel. Vicente, número 281. O evento é promovido pela ISAAC Brasil.

As inscrições são limitadas ao número de 100 pessoas e podem ser feitas no link http://www.isaacbrasil.org.br/encontroregionalsul.html. No mesmo endereço também pode ser conferida a programação completa do evento.

O encontro tem a função de se fazer conhecer a comunicação alternativa, promovendo o convívio entre usuários, familiares, educadores e terapeutas vinculados ao tema, além de formar uma rede regional de pessoas interessadas em aprofundar conhecimentos e divulgar o direito e importância da comunicação alternativa para seus usuários e parceiros.


Fonte: ASCOM/Faders Acessibilidade e Inclusão

Curso intensivo promove aprendizagem da Língua Brasileira de Sinais

Logotipo da FADERSBrasão da Secretaria da Justiça e dos Direitos HumanosCartilha Atitudes que fazem a diferença com Pessoas com Deficiência - Faders/SJDH

Curso intensivo promove aprendizagem da Língua Brasileira de Sinais


05/05/2017
A Faders Acessibilidade e Inclusão deu início ao curso intensivo de libras 2017. A turma, de 25 alunos, conta com a participação de cinco municípios: Porto Alegre, Alvorada, Sapucaia, Gravataí e Guaíba. As aulas ocorrerão em todas as quintas-feiras até o dia 18 de setembro, entre as 13:30 e 16:30, e serão realizadas no Auditório da Faders, na Rua Morretes, 222- Bairro Santa Maria Gorethi, Porto Alegre/RS. A responsável é a instrutora Patrícia Rodrigues.

O curso, destinado para servidores públicos e funcionários de entidades filantrópicas, tem como objetivo promover a aprendizagem da Libras (Língua Brasileira de Sinais); oportunizar o conhecimento sobre atitudes que fazem a diferença no atendimento aos surdos nos órgãos públicos; e favorecer a acessibilidade e inclusão dos surdos nos órgãos públicos. A metodologia é baseada em aulas práticas.

A Lei Federal 10.436/02 e o Decreto Federal 5.626/05 regulamentam a Libras como forma de comunicação e expressão dos surdos, o Decreto 5296/04 trata sobre o direito a acessibilidade e a Convenção da ONU sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência determina em seu Art.9 a importância da acessibilidade de comunicação para os surdos através do uso da língua de sinais.

Fonte: ASCOM/Faders Acessibilidade e Inclusão

Faders e Bagé dialogam sobre melhorias em acessibilidade e inclusão

Logotipo da FADERSBrasão da Secretaria da Justiça e dos Direitos HumanosCartilha Atitudes que fazem a diferença com Pessoas com Deficiência - Faders/SJDH

Faders e Bagé dialogam sobre melhorias em acessibilidade e inclusão


04/05/2017
O presidente da Faders Acessibilidade e Inclusão, Roque Bakof, e o diretor administrativo da fundação, Romário Cruz, receberam a visita do vereador Edimar Fagundes, de Bagé. A temática do encontro foi voltada para a realização de melhorias em acessibilidade e inclusão na cidade. De acordo com Bakof, é vital para os municípios ter a sua representação buscando melhorias para as pessoas com deficiência e pessoas com altas habilidades. “Para nós, é de fundamental importância ter o apoio da Câmara de Vereadores para auxiliar no processo de propagação do conceito da acessibilidade e inclusão para a população em geral”, salientou.

O vereador bageense garantiu que o seu compromisso é transformar a cidade de Bagé em um lugar mais acessível. “Essa é uma oportunidade de estabelecermos estratégias para avançarmos na promoção de ações de igualdade, adotando medidas para que os direitos das pessoas com deficiência sejam realmente cumpridos. Meu compromisso é apoiar iniciativas que contribuam para construir uma Bagé com mais acessibilidade e inclusão”, afirmou Edimar Fagundes.

As partes ainda dialogaram sobre uma possível edição do Fórum Permanente de Políticas Públicas em Bagé. O evento reúne Gestores Municipais, Entidades Representativas, Profissionais e a sociedade em geral para debater e propor alternativas, a fim de implantar/implementar Políticas Públicas, potencializando ações afirmativas para a acessibilidade e Inclusão Social deste segmento.

Fonte: ASCOM/Faders Acessibilidade e Inclusão

Governador Sartori e presidente da Faders falam sobre seminário de gestão inclusiva

Logotipo da FADERSBrasão da Secretaria da Justiça e dos Direitos HumanosCartilha Atitudes que fazem a diferença com Pessoas com Deficiência - Faders/SJDH

Governador Sartori e presidente da Faders falam sobre seminário de gestão inclusiva


Descrição da imagem: Presidente da Faders e o governador José Ivo Sartori conversam frente a frente. Crédito da foto: Aline Puthin/Faders Acessibilidade e Inclusão03/05/2017
Durante a assinatura do decreto que regulamenta a Política de Dados Abertos no Estado do Rio Grande do Sul, o governador José Ivo Sartori e o presidente da Faders Acessibilidade e Inclusão, Roque Bakof, conversaram sobre o seminário "Subsídios Técnicos para uma Gestão Inclusiva”, realizado na última quinta-feira (27) em Porto Alegre, e as repercussões positivas que o mesmo está promovendo no Estado do RS.

A primeira edição do evento contou com a participação de representantes do Executivo e Legislativo dos municípios de Charqueadas, Cachoeira do Sul, Encruzilhada do Sul, Progresso, Amaral Ferrador, Esteio, Montenegro, Porto Alegre, Gravataí, Vale do Sol, Canguçu, Glorinha e Pantano Grande. As temáticas abordadas foram: Histórico da Inclusão, evolução conceitual e legislação; Acessibilidade em suas diversas manifestações: Arquitetônica, Comunicacional, Programática, Instrumental, Metodológica, Atitudinal; Educação Inclusiva; Saúde; Trabalho e Empreendedorismo; Cultura, Lazer e Esporte; Assistência/Desenvolvimento Social; Direitos/Políticas Públicas.

Como é do objetivo da FADERS e do governo do Estado disponibilizar estes subsídios para o maior número de municípios, e frente a grande procura por vagas, o presidente informou ao Governador que a Faders Acessibilidade e Inclusão realizará a segunda edição do seminário já no próximo dia 16 de maio.

De acordo com o presidente da fundação, Roque Bakof, “O objetivo do evento é chamar à atenção dos gestores municipais, para que estes identifiquem que a acessibilidade e a inclusão se manifestam na vida das pessoas e das suas comunidades, e assim possam oferecer mais ferramentas para o desenvolvimento deste importante conceito”.

As inscrições são online pelo site www.faders.rs.gov.bracesse aqui.


Fonte: ASCOM/Faders Acessibilidade e Inclusão

Como promover uma gestão inclusiva no seu município?

“Subsídios Técnicos para uma Gestão Inclusiva”Logotipo da FADERS
Brasão da Secretaria da Justiça e dos Direitos HumanosCartilha Atitudes que fazem a diferença com Pessoas com Deficiência - Faders/SJDH

“Subsídios Técnicos para uma Gestão Inclusiva” - 2ª edição

INSCRIÇÕES ONLINE, ACESSE AQUI!

Da Presidência da FADERS Acessibilidade e Inclusão
Para: Prefeitos, Secretários de Educação, Saúde, Assistência/Desenvolvimento Social, Vereadores

Como promover uma gestão inclusiva no seu município?

Senhores(as)

Os temas “acessibilidade e inclusão” estão na ordem do dia dos gestores públicos, isso não só pela exigência da legislação, que gera obrigações para os entes públicos, mas também, e principalmente, pela crescente consciência da sociedade, que a cada dia mais percebe que promover estes princípios é razão de convivência nas comunidades.

Neste sentido, ao cumprimentá-los, informamos que a FADERS - Acessibilidade e Inclusão, órgão gestor estadual da política pública para esta temática, atenta à motivação do Governador do Estado, esta no sentido de auxiliar aos gestores municipais para que estes tenham o melhor desempenho em favor das suas comunidades, estará desenvolvendo no decorrer deste primeiro semestre do ano Seminários com o tema “Subsídios Técnicos para uma Gestão Inclusiva”, e assim ofertar estes subsídios para os 497 municípios do Estado.

O objetivo do Seminário é chamar à atenção aos gestores municipais, no sentido de que estes identifiquem que acessibilidade e inclusão se manifesta na vida das pessoas das suas comunidades, e assim lhes oferecer ferramentas para que desenvolvam este importante e indelegável papel, para criar condições, difundir conceitos, esclarecer, propor e promover ações para a acessibilidade e inclusão.

Sistemática - Os seminários serão desenvolvidos durante um dia – dois turnos – na sede da FADERS em Porto Alegre, sendo que para facilitar à participação dos gestores, várias edições serão realizadas, em datas que serão divulgadas previamente, sendo que a primeira edição consta data ao final desta mensagem.

Público Alvo – Prefeitos(as), Secretários e Gestores da área de Saúde, Educação, Assistência/Desenvolvimento Social, Vereadores, outros 

Temáticas – Nos Seminários serão abordados, entre outros, os seguintes tópicos:

1. Histórico da Inclusão, evolução conceitual e legislação. 

2. Acessibilidade em suas diversas manifestações: Arquitetônica, Comunicacional, Programática, Instrumental, Metodológica, Atitudinal.

2.1 - Ferramentas e meios que promovem acessibilidade: CIL – Central de intepretação de LIBRAS, Audiodescrição, colocação de piso podotátil, rampas, espaços acessíveis, equipamentos...

3. Educação Inclusiva - Sala de Recursos, Currículo Adaptado, Auxiliar de Apoio – Monitor, Transporte Escolar, BPC na Escola...

4. Saúde - Órteses, Próteses e Materiais Especiais (fluxo para obtenção de cadeira de roda,...), Centros de Reabilitação Especializados, Modalidades de Atendimentos...

5. Trabalho e Empreendedorismo – Reserva de Vagas em Concurso Público, Estágios em Órgãos Públicos, Lei de Cotas, Lei de Aprendizagem, Capacitação e Estímulo ao empreendedorismo

6. Cultura, Lazer e Esporte – Paradesporto, Gratuidade / Meia Entrada, Reserva de Assentos

7. Assistência/Desenvolvimento Social – BPC, Programa Criança Feliz

8. Direitos/Políticas Públicas – Redução de Impostos, CNH, Passe Livre, Vagas Especiais em Estacionamento

9.  Outros temas...

A segunda edição será realizada no dia 16/05/2017, das 9h às 12h/13h30min às 17h no Auditório da FADERS – Rua Duque de Caxias, 418, em Porto Alegre e tem inscrições limitadas.

Vagas limitadas – faça a sua inscrição para participar do Seminário, acesse aqui 

Como referimos anteriormente, acessibilidade e inclusão se manifestam diariamente na vida das pessoas da sua comunidade, e prefeitos, secretários, vereadores, ... têm a oportunidade e a incumbência de liderarem positivamente, promovendo uma gestão inclusiva, e ações que sinalizem para a sua comunidade, sob que conceitos e qual o mundo que querem viver. A nossa disposição é auxiliar para que isso aconteça!

Atenciosamente

Roque Bakof
Presidente
FADERS – Acessibilidade e Inclusão

INSCRIÇÕES ONLINE, ACESSE AQUI!

terça-feira, 25 de abril de 2017

Congresso debaterá desafios da cidade inclusiva

Logotipo da FADERSBrasão da Secretaria da Justiça e dos Direitos HumanosCartilha Atitudes que fazem a diferença com Pessoas com Deficiência - Faders/SJDH

Congresso debaterá desafios da cidade inclusiva


18/04/2017
Em reunião realizada nesta terça, 18/04, o presidente da FADERS Acessibilidade e Inclusão, Roque Bakof, recebeu a comissão organizadora do 1º Congresso que tem como título "Desafios para uma Cidade Inclusiva", o qual está sendo proposto pela Associação de Cegos do RS - ACERGS.

A coordenadora da comissão e integrante da ACERGS, Gisele Hubbe, esteve acompanhada pelos consultores Julio Pujol e Luis Mafini, e apresentaram ao presidente da FADERS a proposta do Congresso, o qual tem o apoio e será realizado no auditório da FADERGS, instituição de ensino com sede em Porto Alegre, e ocorrerá nos dias 08 e 09 de Junho, quando o tema Acessibilidade e Inclusão será debatido sob diferentes focos.

Bakof afirmou apoio para a realização do evento, enfatizando que esta abordagem está em sintonia com as ações desenvolvidas pela FADERS Acessibilidade e Inclusão, a qual durante este ano realizará 03 fóruns regionais com o tema Acessibilidade Arquitetônica e Urbanística, e está realizando várias edições do Seminário "Subsídios Técnicos para uma Gestão Inclusiva", o qual voltado para os gestores municipais (Prefeitos, Secretários de Educação, Saúde, Assistência social e Vereadores), com a primeira edição prevista para o próximo dia 27/04.

Fonte: ASCOM/Faders Acessibilidade e Inclusão

Assistiva e Faders dialogam sobre parceria para exposição fotográfica

Logotipo da FADERSBrasão da Secretaria da Justiça e dos Direitos HumanosCartilha Atitudes que fazem a diferença com Pessoas com Deficiência - Faders/SJDH

Assistiva e Faders dialogam sobre parceria para exposição fotográfica


19/04/2017
As diretoras da Assistiva Tecnologia e Educação, Rita Bersch e Mara Lucia Sartoretto, estiveram reunidas com o presidente da Faders Acessibilidade e Inclusão, Roque Bakof. O tema do encontro foi uma parceria entre as entidades para a exposição fotográfica 'Acessibilidade além do espaço físico', promovida pelo Instituto Sueco.

A exposição aborda temas como os direitos, dignidade e inclusão das pessoas com deficiência. Ela apresenta fotos e histórias de vida de indivíduos que vivem com diferentes deficiências na Suécia e no Brasil.

O presidente da Faders Acessibilidade e Inclusão, Roque Bakof, acolheu o pedido para o evento. Ele também convidou as representantes da Assistiva para participar das reuniões que irão definir a organização da Semana Estadual da Pessoa com Deficiência 2017. De acordo com Bakof, incluir a exposição seria um grande acréscimo para a programação da semana.

Outro assunto debatido no encontro foi a realização o IV Encontro Regional de Comunicação Alternativa, promovido pelo ISAAC Brasil. O evento acontecerá no dia 2 de junho, no IFRS Campus Porto Alegre, e tem como objetivo divulgar a comunicação alternativa e a aproximação entre usuários, familiares, profissionais e pesquisadores da área.

A comunicação alternativa tem como foco estimular as pessoas com necessidades complexas, cuidando da compreensão e expressão destes. O presidente da Faders Acessibilidade e Inclusão, Roque Bakof, disse que a fundação irá apoiar o evento. “Entendemos a relevância do tema e das atividades. Também apoiaremos a realização deste encontro em junho”, afirmou.

Fonte: ASCOM/Faders Acessibilidade e Inclusão

Fórum em Estância Velha debate acessibilidade e inclusão

Logotipo da FADERSBrasão da Secretaria da Justiça e dos Direitos HumanosCartilha Atitudes que fazem a diferença com Pessoas com Deficiência - Faders/SJDH

Fórum em Estância Velha debate acessibilidade e inclusão


24/04/2017
O município de Estância Velha, no Vale dos Sinos, recebeu nesta segunda-feira (24) a 150ª edição do Fórum Permanente da Política Pública Estadual para Pessoas com Deficiência e Pessoas com Altas Habilidades. O encontro, promovido pela Faders Acessibilidade e Inclusão com apoio da prefeitura de Estância Velha, ocorreu no Pavilhão de Atividades Múltiplas Balduíno Weber (PAM).



No discurso de abertura do evento, o presidente da Faders Acessibilidade e Inclusão, Roque Bakof, destacou o principal objetivo do fórum. “Queremos construir consciência e manifestar a relevância da acessibilidade e da inclusão, que são meios que nos tornam iguais na sociedade. Todos nós somos construtores deste conceito e esses encontros tem o objetivo de melhorar a nossa convivência. Pretendemos em breve lançar patrulhas da acessibilidade e da inclusão nos municípios, para estimular a conscientização da população. Felizes são aqueles que tem a possibilidade de gerar consciência e ajudar a formar o mundo que queremos viver”, disse Bakof.

A prefeita de Estância Velha, Maria Ivete Grade, afirmou que o município está construindo novas políticas públicas para promover acessibilidade e inclusão. “Queremos sempre capacitar mais os nossos profissionais. Estamos caminhando e buscando melhorar a acessibilidade em Estância Velha. Para os próximos meses, reativaremos o Conselho Municipal dos Direitos das Pessoas com Deficiência e faremos Paralimpíadas, incentivando a prática esportiva”, falou a líder municipal.

Também esteve presente o Promotor de Justiça de Estância Velha, Bruno Amorim Carpes. Em sua fala, ele destacou a necessidade de uma maior união na sociedade. “A educação e a sensibilização são muito importantes para o processo de acessibilidade e inclusão. E é isso que buscamos com o fórum. Ainda nos falta, no Brasil, um maior senso de comunidade. Precisamos disso para não ficar para trás do resto do mundo”, frisou Bruno.

O fórum contou com a participação de representantes dos seguintes municípios: Sapiranga, São Leopoldo, Presidente Lucena, Campo Bom, Dois Irmãos, Estância Velha, Nova Hartz, Novo Hamburgo e Lindolfo Collor. Após os discursos de abertura, líderes municipais e estaduais dialogaram sobre Políticas Públicas Inclusivas e os desafios e projetos de cada cidade. Para isso, os municípios presentes falaram separadamente sobre o seu cenário atual. 

No período da tarde, foram realizadas oficinas temáticas sobre Trabalho e Empreendedorismo; Políticas Públicas para Altas Habilidades; Implementação da Lei Brasileira de Inclusão e Legislativo Acessível; e Acessibilidade Arquitetônica. 

Fonte: ASCOM/Faders Acessibilidade e Inclusão

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Dialogando sobre ações de inclusão

Logotipo da FADERSBrasão da Secretaria da Justiça e dos Direitos HumanosCartilha Atitudes que fazem a diferença com Pessoas com Deficiência - Faders/SJDH

Dialogando sobre ações de inclusão


13/04/2017

O presidente da Faders Acessibilidade Inclusão, Roque Bakof, recebeu em seu gabinete a fonoaudióloga Aline Locatelli, onde falaram sobre as políticas públicas de inclusão e acessibilidade, atendimento às pessoas com deficiência, principalmente com foco na primeira infância.

O presidente fez amplo relato sobre as ações que a FADERS realiza, destacando que neste ano o órgão gestor estadual realizará 25 interiorizações, para assim estimular que o conceito da acessibilidade e inclusão se faça presente nos 497 municípios, e ouviu relatos de experiências das atividades realizadas pela fonoaudióloga, que que atuou como consultora no projeto Primeira Infância Melhor.



Fonte: ASCOM/Faders Acessibilidade e Inclusão

Secretário de Integração Social de São Leopoldo se reúne com presidente da Faders Acessibilidade e Inclusão

Logotipo da FADERSBrasão da Secretaria da Justiça e dos Direitos HumanosCartilha Atitudes que fazem a diferença com Pessoas com Deficiência - Faders/SJDH


Secretário de Integração Social de São Leopoldo se reúne com presidente da Faders Acessibilidade e Inclusão


12/04/2017
O presidente da Faders Acessibilidade e Inclusão, Roque Bakof, recebeu o secretário de Integração Social de São Leopoldo, Helio Teixeira, na tarde desta quarta-feira (12). Acompanhado do coordenador da pessoa com deficiência, Leandro Brandt, e do chefe de gabinete Henry Brandão, o secretário manifestou interesse em transformar o município de São Leopoldo mais acessível.


Na conversa, as partes acordaram uma capacitação e a participação da prefeitura em cursos da língua brasileira de sinais. O secretário Hélio Teixeira também garantiu a participação da prefeitura de São Leopoldo no 150° Fórum Permanente da Política Pública para Pessoas com Deficiência e Pessoas com Altas Habilidades. O evento será no dia 24/04, das 8 às 17 horas, no Pavilhão de Atividades Múltiplas (PAM), em Estância Velha. O fórum visa debater as temáticas da acessibilidade e da inclusão e as ações que cada município vem realizando dentro delas.

Fonte: ASCOM/Faders Acessibilidade e Inclusão

Reunião marca início da organização da Semana Estadual da Pessoa com Deficiência

Logotipo da FADERSBrasão da Secretaria da Justiça e dos Direitos HumanosCartilha Atitudes que fazem a diferença com Pessoas com Deficiência - Faders/SJDH

Reunião marca início da organização da Semana Estadual da Pessoa com Deficiência


12/04/2017
Um encontro na sede da Faders Acessibilidade e Inclusão, na tarde da última terça-feira (11), deu o pontapé inicial para a organização da XXIII Semana Estadual da Pessoa com Deficiência, que ocorrerá entre os dias 21 e 28 de agosto de 2017.

O presidente da Faders, Roque Bakof, destacou que a fundação busca realizar um evento com participação ampla, e por isso mesmo a sua programação é construída com a participação das entidades, associações, conselhos e órgãos políticos. “A semana trará grandes eventos. Estamos prevendo a promoção de um seminário para conversar sobre temas como educação, saúde, trabalho e cultura. Além disso, pretendemos realizar uma feira voltada para a tecnologia inclusiva e uma grande caminhada no Parque da Redenção”, disse Bakof.

Estiveram presentes na reunião representantes da Secretaria de Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos; da Secretaria Estadual da Saúde; da Secretaria Estadual da Educação; da Procuradoria-Geral do Estado (PGE); do Tribunal de Contas do Estado (TCE); do Banrisul; do Conselho Estadual dos Diretos da Pessoal com Deficiência (COEPEDE); Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (COMDEPA); da Associação de Familiares e Amigos do Down (AFAD); da Associação de Cegos Louis Braille (ACELB); do SENAC; do Núcleo de Inclusão do Tribunal de Justiça; da Faculdade de Tecnologia (FTEC); Associação de Cegos do Rio Grande do Sul (ACERGS); e dos projetos Interabilita e Capacitar, entre outras entidades.

Fonte: ASCOM/Faders Acessibilidade e Inclusão

PRIMEIRA VACINA

PRIMEIRA VACINA

FOTOS

FOTOS
NEUROMUSCULAR EM SÃO PAULO

Postagens populares

HIDROTERAPIA

HIDROTERAPIA