RELÓGIO

PARTICIPE SENDO UM SEGUIDOR DO BLOG

www.stepaway-polio.com

Google+

MAPA MUNDI

free counters

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Prolongue o efeito do desodorante e afaste o mau cheiro das axilas | Minha Vida

Prolongue o efeito do desodorante e afaste o mau cheiro das axilas | Minha Vida

Biomarcadores sFlT/PlGF: exame pode predizer risco de pré-eclâmpsia | Minha Vida

Biomarcadores sFlT/PlGF: exame pode predizer risco de pré-eclâmpsia | Minha Vida

Nove alimentos que ajudam a proteger o seu fígado | Minha Vida

Nove alimentos que ajudam a proteger o seu fígado | Minha Vida

Dieta MIND ajuda a prevenir o Alzheimer e doenças cardiovasculares | Minha Vida

Dieta MIND ajuda a prevenir o Alzheimer e doenças cardiovasculares | Minha Vida

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

SEM ACESSIBILIDADE

http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/jornal-do-almoco/videos/t/edicoes/v/cadeirante-nao-consegue-entrar-em-onibus-com-selo-de-acessibilidade-em-porto-alegre/4485696/

domingo, 13 de setembro de 2015

acessibilidade no Parque da Harmonia!-RS-PoA

Change.org
paulo rogerio, o Paulo fez um abaixo-assinado pois está indignado com a falta de acessibilidade no Parque da Harmonia, em Porto Alegre. Pessoas com deficiência não conseguem acessar o local pela dificuldade de locomoção. Assine aqui para mudar isto!
E você, já pensou em algo que gostaria de mudar em Porto Alegre? Clique aqui e faça seu abaixo-assinado. Funciona!

Assine agora: Prefeitura de Porto Alegre, precisamos de acessibilidade no Parque da Harmonia!

paulo rogerio berrutti cadaval 
Porto Alegre
O Parque da Harmonia sempre no mês de Setembro recebe visitantes para o evento da Semana Farroupilha, para participar das festividades. Porém, a administração municipal, MTG, entre outrosnão se preocupam em fornecer acessibilidade para aqueles que possuem alguma limitação na sua locomoção.
Como pode um evento que figura há anos no calendário do município de Porto Alegre-RS não dar o devido atendimento no que tange a acessibilidade no parque. Como pode os piqueteiros que são mais de 300 não cobrarem a acessibilidade? Como as entidades que representam o movimento tradicionalista gaúcho não cobrarem a acessibilidade?
Quantas pessoas que gostariam de ir ao parque participar juntamente da população e não podem por não ter acesso. Estacionamento com acessibilidade não existe no parque. É cobrado um valor de R$ 20,00 por carro para estacionar em um local de chão batido com britas e sem condições algumas para promover acessibilidade. Tentem andar de cadeira de rodas no parque, não tem como, é um local para uma população sem deficiência.
Está na hora de mudanças para uma acessibilidade a todos nós. 

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Caso de poliomielite no Mali preocupa OMS


Caso de poliomielite no Mali preocupa OMS

Criança oriunda da Guiné-Conacri desenvolveu poliomielite no Mali. Organização Mundial da Saúde preocupada com vulnerabilidade à poliomielite dos países fustigados pelo vírus do ébola.
Nas últimas décadas, a vacinação erradicou a doença na maioria dos países NICHOLE SOBECKI/AFP
  •  

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou nesta segunda-feira que há o risco de a poliomielite se espalhar tanto na Guiné-Conacri, que durante o último ano e meio foi atingida por uma epidemia do vírus do ébola, como no Mali. O aviso surge depois de uma criança guineense ter viajado para o Mali e se ter tornado aí o primeiro caso de poliomielite deste país nos últimos quatro anos.
Os primeiros testes feitos pelas autoridades na capital do Mali, Bamaco, mostraram que a criança de 19 meses ficou paralisada a 20 de Julho, sete dias após de ter sido levada para a capital para um tratamento. O tipo do vírus é o mesmo que foi detectado em Siguiri, no centro da Guiné-Conacri, em Agosto de 2014.
O caso de poliomielite no Mali, causado pelo tipo 2 do vírus da poliomielite, é o segundo revés na luta pela erradicação desta doença em apenas uma semana, depois de a OMS ter divulgado a existência de dois novos casos de poliomielite na Ucrânia.
“O risco da poliomielite se espalhar é considerado alto tanto na Guiné-Conacri como no Mali, devido às baixas percentagens de vacinação nos dois países”, disse Cory Couillard, porta-voz da OMS, à agência Reuters. “Os dois países estão a tomar respostas coordenadas de emergência para acabar com o surto rapidamente.”
Os casos do Mali e da Ucrânia foram originados por vírus derivados das vacinas, o que significa que o vírus se espalhou após ser excretado pelas pessoas que tinham sido imunizadas com a vacina oral da poliomielite, que é composta pelo vírus enfraquecido mas ainda vivo. 
Os surtos de poliomielite derivados de vírus administrados nas vacinas são raros, mas têm maior probabilidade de ocorrerem em países com sistemas de saúde frágeis e onde a cobertura da imunização é baixa.
Na Guiné-Conacri, a cobertura de vacinação baixou de 63% para 42% em 2014, numa altura em que a epidemia do vírus do ébola causou o caos no já de si fraco sistema de saúde nacional. No Mali, pelo contrário, a vacinação na poliomielite foi de 84% em 2014, nos anos anteriores tinha sido apenas de entre 72 e 77%.
Não há cura para a poliomielite, que pode causar paralisia poucas horas depois das infecções. A doença afecta, na maior parte das vezes, crianças com menos de cinco anos em países com falta de higiene. Uma campanha global de vacinação travou o vírus em quase todo o mundo, e só o Paquistão e o Afeganistão é que continuam com casos endémicos.

http://www.publico.pt/ciencia/noticia/caso-de-poliomielite-no-mali-preocupa-oms-1707078

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

ACESSIBILIDADE PARQUE DA HARMONIA

O PARQUE DA HARMONIA sempre no mes de Setembro recebe para o evento da Semana Farroupilha pessoas para participar das festividades, mas a administração MUNICIPAL , MTG entre outros não se preocupam em fornecer acessibilidade para aqueles que possuem alguma limitação na sua locomoção. Como pode um evento que figura a anos no calendário do município de PORTO ALEGRE-RS não dar o devido atendimento no que tange a acessibilidade no parque. Como pode os piqueteiros que são mais de 300 não cobrarem a acessibilidade? Como as entidades que representam o MOVIMENTO TRADICIONALISTA GAÚCHO não cobrarem a acessibilidade? Quantas pessoas que gostariam de irem ao parque participarem juntamente com a população e não podem por não terem acesso . Estacionamento com acessibilidade não existe no parque. É cobrado um valor de R$ 20,00 por carro para estacionar em um local de chão batido com britas e sem condições algumas para promover acessibilidade. Tentem andar de cadeira de rodas no parque. Não tem como, é um local para uma população sem deficiencia . Esta na hora de mudanças para uma acessibilidade a todos nós. 

domingo, 6 de setembro de 2015

O Treino que Muda Opiniões – Rio 2016

Ações de acessibilidade no Parque da Harmonia

Logotipo da FADERSBrasão da Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos

Ações de acessibilidade no Parque da Harmonia


Dilceu Junior e Gisele Hübe fazendo a guarda da chama. Foto: Divulgação.16/09/2011
A terça-feira (13/09) foi histórica no Parque da Harmonia, onde ocorrem os festejos da semana Farroupilha. O horário de guarda da Chama Crioula do início da noite teve a inédita participação de pessoas com deficiência. A Miss Brasil Deficiente Visual Gisele Hübe e o presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (COMDEPA) Dilceu Junior guarneceram com muita dedicação a chama.

Para Gisele, “A Chama Crioula representa a história, a tradição, a alma da sociedade gaúcha, construída ao longo de sua história. Em torno dela construímos um ambiente de reverência ao passado, de culto aos feitos e fatos que nos orgulham de reflexão sobre a sociedade que somos e a que queremos ser. Estou orgulhosa de estar participando deste momento de afirmação do protagonismo das pessoas com deficiência.”

A ação faz parte da Campanha Gaúcha de Acessibilidade “Siga essa ideia tchê”, uma ação do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência (COEPEDE), Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência e Pessoas com Altas Habilidades (FADERS) e Associação Assistencial e Recreativa dos Servidores da Secretaria de Justiça e Segurança do Estado do Rio Grande do Sul (ADESI).

Para Gilberto da Rosa, presidente da ADESI, que através do Piquete Segurança dos Pampas pautou a acessibilidade como um dos temas centrais “no momento que garantimos, por exemplo, banheiro adaptado e rampa em nosso espaço, facilitamos a vida e a participação de pessoas que também gostam da cultura gaúcha. Investir em acessibilidade é pensar em uma sociedade mais justa e fraterna.”

O espaço, situado no Lote 171, é referência para as pessoas com deficiência. Segundo Dilceu Junior, “Estamos fazendo história no Harmonia. Sinto-me muito feliz por estar podendo mostrar que as pessoas com deficiência pode sim fazer a diferença.”

O chefe de gabinete da FADERS, Jorge Amaro disse que o Rio Grande do Sul precisa entender que as mais de 1,5 milhão de pessoas com deficiência necessitam de visibilidade nas políticas públicas e nas ações da sociedade.

Garantir acessibilidade é um dever moral que devemos ter como princípio básico de todos nós. É importante citar a parceria do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CONADE) para usarmos a arte da campanha nacional de forma regionalizada."


Fonte: ACOM Faders

PRIMEIRA VACINA

PRIMEIRA VACINA

FOTOS

FOTOS
NEUROMUSCULAR EM SÃO PAULO

Postagens populares

HIDROTERAPIA

HIDROTERAPIA