RELÓGIO

PARTICIPE SENDO UM SEGUIDOR DO BLOG

www.stepaway-polio.com

Google+

MAPA MUNDI

free counters

quarta-feira, 30 de maio de 2012

uma colaboração de: Cristiane Velasco Cristiane Velasco

domingo, 27 de maio de 2012

Portal de Acessibilidade - Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para PPDs e PPAHs no RS (FADERS)Governo do Estado do Rio Grande do Sul - Secretaria da Justiça e do Desenvolvimento Social



Curso de Odontologia voltado para as pessoas com deficiência da FADERS chega a sua 12ª edição


Atendimento odontológico do curso é voltado para as pessoas com deficiência da rede pública. Foto Divulgação.22/05/2012
Formar dentistas e auxiliares para atendimento de pessoas com deficiência e necessidades especiais, há onze anos, tem sido o papel do curso ministrado pela Fundação de Articulação e Desenvolvimento das Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência e Pessoas com Altas Habilidades do RS - FADERS, na Unidade de Atenção Especializada Morretes, na capital.

O curso que iniciou no ano 2000, já qualificou mais de cento e quarenta cirurgiões-dentistas e 61 auxiliares em saúde bucal de diversos municípios do Rio Grande do Sul. A média de pacientes atendidos durante os cursos é 237 e são realizadas cerca de 900 consultas em cada edição, sendo uma média de 1220 procedimentos odontológicos. Tendo a carga horária total de 184 horas. Seus participantes são cirurgiões-dentistas vinculados ao SUS e Pessoal Auxiliar, que atuam junto à equipe de saúde bucal no Estado do Rio Grande do Sul. O curso é gratuito e onde também são realizados trabalhos de pesquisa, monografias e elaboração de projetos de implementação de serviços de atendimento odontológico a pessoa com deficiência.

Para esta edição do curso estão participando do curso representantes de 18 municípios gaúchos até o momento, sendo que o mesmo está programado para desenvolver-se no período de um semestre. A linha didático-pedagógica enfatiza um modelo de ensino-aprendizagem centrado na realidade dos serviços de saúde pública e na experiência vivida pelo aluno na prática da odontologia para pessoas com deficiência; orientando à aprendizagem em função do estudo e da problematização da realidade de saúde bucal das pessoas com deficiência, estimulando a capacidade crítica, reflexiva e resolutiva dos alunos, através da fundamentação teórica e conceitual necessária da prática odontológica na especialidade. Atualmente o Rio Grande do Sul, e o único estado a oferecer um curso para os profissionais da odontologia com esta temática.

A aula inaugural do Curso de Aperfeiçoamento Para Cirurgiões Dentista e Pessoal Auxiliar no Atendimento odontológico ao Paciente com Deficiência e Necessidades Especiais, realizado pela Secretaria de Justiça e Direitos humanos, através da FADERS, em parceria com a Escola de Saúde Pública – ESP, acontece na próxima quinta-feira, 24/05, no auditório da ESP, na capital.


Fonte: ACOM Faders





Primeiro laboratório de robótica do país é inaugurado na Rede Lucy de Reabilitação, em SP

22/05/2012
Nova instalação traz equipamentos de alta tecnologia voltados à reabilitação.


Foi inaugurado em 11 de maio, o laboratório de robótica da Rede de Reabilitação Lucy Montoro, na unidade Morumbi. Na cerimônia estavam presentes a Secretária de Estado, Dra. Linamara Rizzo Battistella, o Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, o Secretário de Estado da Saúde, Dr. Giovanni Guido Cerri, a Dra. Margarida Miyazaki, diretora da unidade, e também o ex-governador José Serra, que lançou a Rede Lucy, em sua última gestão.

A Dra. Linamara ressaltou a evolução da Rede Lucy Montoro, ao longo dos quatro anos de existência, desde quando foi criada, em 12 de maio de 2008, e frisou o modelo que é o Hospital das Clínicas, ao qual é vinculada desde sua origem. “Com muita garra, com muita competência, leva o programa HC de reabilitação para todo o Estado de São Paulo, um projeto como referência dentro do Brasil. Estamos nos tornando rapidamente uma referência para muitos países latino-americanos”, enfatiza.

A Secretária destacou também a magnitude deste novo laboratório de robótica. “Nós, hoje, estamos em festa. Estamos inaugurando o maior e mais completo laboratório de reabilitação deste país e da América Latina”, ressaltou.

Revelou, ainda, que mais projetos estão próximos. “E não paramos por aí. Nos próximos meses estaremos ampliando nosso potencial tecnológico, levando estes mesmos equipamentos e mais alguns relacionados com a área da neurociência, para outra unidade da Rede, na Vila Mariana. Esse é o primeiro passo de uma longa jornada”.

Dra. Linamara mencionou também sobre os recursos aplicados pelo Estado. “Os investimentos que São Paulo tem feito ao logo desses anos nessa área são notáveis. Estamos fazendo investimentos sozinhos, sem o apoio do Governo Federal, sem recursos do Sistema Único de Saúde, e conscientes de que cada cidadão com deficiência merece esse olhar diferenciado do Governo do Estado de São Paulo”, ela afirma.

O Secretário de Estado da Saúde, Guido Cerri, destacou a relevância do trabalho feito nas unidades de reabilitação e a especial dedicação da Secretária, que também é professora e médica fisiatra, à causa da pessoa com deficiência. “Sou testemunha de tudo o que é feito na Rede Lucy Montoro, desse grande avanço”, ressaltou.

O Governador Geraldo Alckmin destacou o fato da instalação ser o primeiro laboratório de robótica do país e fez menção à inauguração de uma unidade do AME, ocorrida nesta quinta-feira, 10 de maio. “Ontem inauguramos o 45º AME de Taboão da Serra, e hoje o laboratório, e vamos ter também na Vila Mariana. Esse laboratório vai ser um grande passo. É um ganho importante para a saúde e para a reabilitação: um conjunto de robôs dentro de um laboratório de robótica para melhorar a recuperação dos nossos pacientes”, destacou o governador.

Também marcaram presença o Secretário-adjunto da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Marcos Pellegrini, e também a Deputada Estadual, Célia Leão, além de outros ilustres convidados e autoridades.

Entre os diversos equipamentos, os usuários têm à disposição a gameterapia, em que o paciente se vê dentro do jogo e é estimulado a se movimentar. O centro conta com duas unidades do InMotion, único robô disponível na América Latina que estimula a movimentação dos membros superiores. Já o Armeo Spring, exclusivo no Brasil, é utilizado para melhorar a função do braço, combinando exercícios terapêuticos por meio da simulação de tarefas específicas e jogos. Conheça mais detalhes, a seguir.

NOVOS EQUIPAMENTOS
InMotion
Desenvolvimento clínico do qual a Rede Lucy Montoro é pioneira, este aparelho auxilia o paciente a realizar movimentos de ombro, cotovelo e punho, e é indicado especialmente para pacientes que sofreram acidente vascular encefálico (AVE), esclerose múltipla, paralisia cerebral, entre outras.

Lokomat
Por sua vez, o Lokomat – que antes era exclusivo na Rede SUS - foi desenvolvido na Suíça e agora está na Rede Lucy Montoro. É destinado a pessoas que tiveram também acidente vascular encefálico, lesão medular, traumatismo crânio encefálico, esclerose múltipla, paralisia cerebral e outras condições que podem ser geradas no aparelho locomotor.

Ergys
O equipamento Ergys é semelhante a uma bicicleta e utiliza a estimulação elétrica funcional computadorizada (CFES). Foi feito para que pacientes com pouco ou nenhum movimento nas pernas possam pedalar, o que proporciona que indivíduos com lesão medular e outras condições neurológicas possam beneficiar-se da ativação da musculatura dos membros inferiores e dessa forma gerar melhora da capacidade cardiorrespiratória e qualidade de vida dos pacientes.

Armeo Spring
É o único aparelho que o Brasil possui deste tipo. Ele promove a sustentação dos membros superiores, de forma a facilitar a realização de movimentos ativos dos ombros, cotovelos, punhos e mãos.

O novo laboratório é realizado em parceria com a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo e também com a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP).


Fonte: Governo do Estado de SP


Clínica usa botox para recuperar pacientes com deficiência em MS

22/05/2012
Substância usada para fins estéticos ajuda no desenvolvimento muscular.
Em clínica, tratamento com botox é custeado pelo Sistema Único de Saúde.


Uma substância muito usada em tratamentos de estética está ajudando na recuperação de pessoas com algum tipo de deficiência. O botox está sendo aplicado em um centro de reabilitação em Campo Grande.

A toxina butolínica, geralmente usada para tirar rugas e marcas de expressões faciais, tem sido aplicada para ajudar no desenvolvimento muscular. O paciente recebe o botox em um músculo, que fica relaxado devido à ação da toxina. Isso facilita na fisioterapia, a mobilidade melhora, os movimentos ficam mais abertos e a recuperação é mais rápida.

O tratamento é feito no Centro Especializado em Recuperação, administrado pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, que atende em média 1,1 mil pessoas por mês e é referencia em Mato Grosso do Sul. São 45 funcionários, entre terapeutas ocupacionais, psicólogos e fisioterapeutas, trabalhando para a recuperação total do paciente.

O uso do botox é um tratamento caro, mas as despesas são custeadas pelo Sistema Único de Saúde. "Depois da aplicação, nós fazemos todo o trabalho de reabilitação com o objetivo de melhorar a qualidade de vida do paciente", diz Rodrigo Lucchesi, coordenador do centro especializado.

A menina Ana Vitória tem um problema cerebral e recebeu a toxina butolínica. Hoje, ela consegue retirar as peças de um brinquedo com precisão, coisa que não acontecia havia um mês, segundo a família. "Ela começou a andar melhor, o braço se movimenta melhor. Ela está mais disposta para fazer as atividades diárias", diz a mãe, Marli Ribeiro.


Fonte: G1 - Mato Grosso

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Mais um ataque do Governo Dilma

22.05.2012

VÍDEO-NEWS: Mais um ataque do Governo Dilma

Depois de anunciar o projeto para criar novas vagas nas Faculdades federais de Medicina (aumentando o número de médicos), o Governo Dilma congela parte do salário dos servidores federais por meio da MP 568/12. O presidente do SIMERS, Paulo de Argollo Mendes, informa que a entidade está entrando com medidas judiciais cabíveis e acionando os parlamentares ligados à categoria, em Brasília.




uma colaboração de:

paulo Borges

segunda-feira, 21 de maio de 2012


Cidadão Digital: as facilidades dos serviços pela internet


E-gov e gama de serviços online permitem que o cidadão agilize sua vida com questões do governo e assuntos de utilidade pública


Caso você já tenha mais de 25 anos ou consulte um parente um pouco mais velho, poderá comprovar que num passado recente existia até mesmo uma brincadeira sobre "brasileiro amar uma fila". Dizia-se: "sujeito vê uma fila, não precisa nem saber para que se trata, já vai entrando de cara nela". Essa piada devia-se aos serviços cotidianos e governamentais, quase todos feitos exclusivamente de maneira presencial e burocrática. É claro que muitos serviços públicos e uma boa parte das questões do gênero nos levam às filas, ao deslocamento físico e à morosidade, mas os serviços online relacionados às atividades cotidianas, surgidos nos últimos 15 anos, facilitaram bastante as nossas vidas.
Os bancos de varejo, com certeza, despontaram com a tecnologia de acesso remoto, construindo e divulgando plataformas que permitem resolver as rotinas financeiras online. Posteriormente, o governo, em suas três esferas (União, Estado e Municípios), começou a informatização de boa parte de seus sistemas por meio de portais que fornecem uma série de serviços ao cidadão. O destaque no pioneirismo foi o da Receita Federal, que começou, em 1991, a receber declarações do imposto de renda em formulários digitais. A princípio tratava-se de uma novidade pitoresca, mas hoje a Receita está 100% informatizada, abolindo totalmente, em muitos casos, o uso dos formulários de papel. A partir dessa época, os serviços governamentais online ficaram também conhecidos como e-gov ou governo eletrônico (acrônimo de e-government).
O que é curioso nessa história não é só o avanço tecnológico, mas o fato de o cidadão médio desprezar, em sua maioria, boa parte dos serviços de e-gov. O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), por exemplo, apontou, em pesquisa recente, que apenas 35% dos brasileiros utilizam a grande rede como forma de obtenção de algum serviço público, enquanto que 60% ainda preferem o acesso presencial e o restante procura solucionar suas pendências e dúvidas via contato telefônico.
É por esse motivo que preparamos uma lista de serviços disponíveis na internet para o cidadão resolver os seus problemas diários, economizando tempo, evitando filas, deslocamentos e gastos desnecessários. Para fins didáticos, a matéria está dividida de acordo com a  funcionalidade de serviços para cada área da vida: primeiro, aquelesindispensáveis para as pessoas físicas e jurídicas. Em seguida, listamos serviços de utilidade pública em geral (que não são necessariamente governamentais).
É importante destacar que a metodologia empregada aqui leva em conta abranger todas as regiões do país, todavia alguns serviços regionais, como os municipais, por exemplo, não são uniformes e estão em patamares distintos de evolução tecnológica. Como dizia o filósofo: "sigam-me os bons!"




terça-feira, 15 de maio de 2012

Portal de Acessibilidade - Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para PPDs e PPAHs no RS (FADERS)Governo do Estado do Rio Grande do Sul - Secretaria da Justiça e do Desenvolvimento Social



Conferências Municipais da Pessoa com Deficiência mobilizam comunidades locais em todo o estado


Conferências Municipais Mobilizam comunidades locais a favor da pessoa com deficiência. Foto: Divulgação
15/05/2012
Diversos municípios e regiões do estado, fazem neste mês de abril, as suas preparatórias para a Conferência Estadual da Pessoa com Deficiência que está prevista para os dias 20,21 e 22 de julho em Porto Alegre. A FADERS no papel de articuladora da política voltada para a pessoa com deficiência no estado, tem se feito presente em algumas conferências municipais, com a finalidade de estimular os municipios gaúchos a fomentar a política pública voltada para os deficientes do estado.

Para o representante da FADERS no COEPEDE (Conselho Estadual da Pessoa com Deficiencia), Jorge Amaro, que tem participado em diversas conferências municipais pelo estado, fala sobre a importância da mobilização por parte dos municipios gaúchos para a Conferência estadual prevista para o mês de julho: "A conferência é um momento em que a comunidade local se reúne para acertar as diretrizes para a política para as pessoas com deficiência, e assim encaminhar as suas revindicações, seus anseios, para o poder público "Entre alguns municípios gaúchos que já realizaram suas conferências estão Carazinho, Passo Fundo, Canoas, Progresso, Santa Cruz do Sul, Panambi, Sapiranga, Viamão, Garibaldi, São Leopoldo, Ibirubá, Porto Alegre, São Luís Gonzaga, Santiago, Caxias do Sul, Putinga, Vera Cruz, Crissiumal, Canguçu, Estância Velha, Santana do Livramento, além deoutras cidades que realizam conferências regionais para abranger um número ainda maior de municípios.

Até ofinal de maio, a previsão é de que todas as regiões do estado já tenham definidos seus delegados e representantes para a conferencia estadual em julho na capital.

Municípios com Plenárias Previstas:

Cruz Alta - 16/05

Cachoeirado Sul - 18/05

Tapejara/Ibiraiaras - 22/05

Bento Gonçalves - 22/05

Parobé- 23/05

Dom Pedrito - 24/05

Santo Antonio da Patrulha - 25/05


Fonte: ACOM Faders

30 Dolphins stranding and incredibly saved! Extremely rare event! VAMOS ACORDAR POVO DESTE MUNDO ,DEVEMOS PROTEGER SEMPRE NOSSA NATUREZA .


MILITAR É INCOMPETENTE DEMAIS
Millôr Fernandes




Militar é incompetente demais!!!
Militares, nunca mais!


Ainda bem que hoje tudo é diferente, temos um PT sério, 
honesto e progressista. 
Cresce o grupo que não quer mais ver militares no poder, 
pelas razões abaixo.

Militar no poder, nunca mais. 
Só fizeram lambanças. 
Tiraram o cenário bucólico que havia na Via Dutra de uma só pista, 
que foi duplicada e recebeu melhorias; 
acabaram aí com as emoções das curvas mal construídas e os solavancos estimulantes provocados pelos buracos na pista. 

Não satisfeitos, fizeram o mesmo com a rodovia Rio-Juiz de Fora. 

Com a construção da ponte Rio-Niterói, acabaram com o sonho de crescimento da pequena Magé, cidade nos fundos da Baía de Guanabara, que era caminho obrigatório dos que iam de um lado ao outro e não queriam sofrer na espera da barcaça que levava meia dúzia de carros.

Criaram esse maldito do Proálcool, com o medo infundado de que o petróleo vai acabar um dia. 

Para apressar logo o fim do chamado "ouro negro", 
deram um impulso gigantesco à Petrobras, 
que passou a extrair petróleo 10 vezes mais 
(de 75 mil barris diários, passou a produzir 750 mil); 
sem contar o fedor de bêbado que os carros passaram a ter com o uso do álcool.

Enfiaram o Brasil numa disputa estressante,
levando-o da posição de 45ª economia do mundo para a posição de 8ª, trazendo com isso uma nociva onda de inveja mundial.

Tiraram o sossego da vida ociosa de 13 milhões de brasileiros, 
que, com a gigantesca oferta de emprego, 
ficaram sem a desculpa do "estou desempregado".

Em 1971, no governo militar, o Brasil alcançou a posição de segundo maior construtor de navios no mundo. 
Uma desgraça completa.

Com gigantesca oferta de empregos, baixaram consideravelmente os índices de roubos e assaltos. 
Sem aquela emoção de estar na iminência de sofrer um assalto, os nossos passeios perderem completamente a graça.

Alteraram profundamente a topografia do território brasileiro com a construção de hidrelétricas gigantescas 
(Tucuruí, Ilha Solteira, Jupiá e Itaipu),
o que obrigou as nossas crianças a aprenderem sobre essas bobagens de nomes esquisitos. 

O Brasil, que antes vivia o romantismo do jantar à luz de velas ou de lamparinas, teve que tolerar a instalação de milhares de torres de alta tensão espalhadas pelo seu território, para levar energia elétrica a quem nunca precisou disso.

Implementaram os metrôs de São Paulo, Rio, Belo Horizonte, Recife e Fortaleza, deixando tudo pronto para atazanar a vida dos cidadãos e o trânsito nestas cidades.

Esses militares baniram do Brasil pessoas bem intencionadas, 
que queriam implantar aqui um regime político que fazia a felicidade dos russos, cubanos e chineses, 
em cujos países as pessoas se reuniam em fila 
nas ruas apenas para bater-papo, e ninguém pensava em sair a passeio para nenhum outro país.

Foram demasiadamente rigorosos com os simpatizantes daqueles regimes, 
só porque soltaram uma 
"bombinha de São João" 
no aeroporto de Guararapes, 
onde alguns inocentes morreram de susto apenas.

Os militares são muito estressados. 
Fazem tempestade em copo d'água só por causa de alguns assaltos a bancos, sequestros de diplomatas... 
ninharias que qualquer delegado de polícia resolve.

Tiraram-nos o interesse pela Política, vez que os deputados e senadores daquela época não nos brindavam com esses deliciosos escândalos que fazem a alegria da gente hoje. 

Os de hoje é que são bons e honestos. 
Cadê os Impostos de hoje, isto eles não fizeram!
Para piorar a coisa, ainda criaram o MOBRAL, que ensinou milhões a ler e escrever, aumentando mais ainda o poder desses empregados contra os seus patrões. 

Nem o homem do campo escapou, porque criaram para ele o FUNRURAL, tirando do pobre coitado a doce preocupação que ele tinha com o seu futuro. Era tão bom imaginar-se velhinho, pedindo esmolas para sobreviver.

Outras desgraças criadas pelos militares: 
Trouxeram a TV a cores para as nossas casas, 
pelas mãos e burrice de um Oficial do Exército,
formado pelo Instituto Militar de Engenharia, 
que inventou o sistema PAL-M. 
Criaram ainda a EMBRATEL; 
TELEBRÁS; ANGRA I e II; INPS, IAPAS, DATAPREV, LBA, FUNABEM. 

Tudo isso e muito mais os militares fizeram em 22 anos de governo. 
Pensa!! 
Depois que entregaram o governo aos civis, estes, 
nos vinte anos seguintes, 
não fizeram nem 10% dos estragos que os militares fizeram.
Graças a Deus!
Ainda bem que os militares não continuaram no poder!!
Tem muito mais coisas horrorosas que eles,
os militares, criaram, 
mas o que está escrito acima é o bastante para dizermos:
"Militar no poder, nunca mais!!!", 
exceto os domesticados.

Ainda bem que hoje estão assumindo o poder 
pessoas compromissadas com os interesses do Povo. 

Militares jamais!
Os políticos de hoje pensam apenas em ajudar as pessoas e foram injustamente prejudicadas quando enfrentavam os militares
com armas às escondidas com bandeiras de socialismo. 

Os países socialistas são exemplos a todos.

ALÉM DISSO, NENHUM DESSES MILITARES
CONSEGUIU FICAR RICO.
ÊTA INCOMPETÊNCIA!!!

Millôr Fernandes
E já pensou,se estes incompetentes tivessem tido a ideia de fuzilar os políticos da época? Eles não voltariam ao poder e nós não teríamos estas maravilhas de hoje governando o Brasil! Incompetentes!!!!


uma colaboração de:

Fernando Chava

segunda-feira, 14 de maio de 2012



Alimentos para se manter aquecida nos dias frios


Esqueça o chocolate quente (pelo menos de segunda a sexta, que tal?) e dispense o pacote de bolachas. Com alimentos saudáveis e naturais é possível se manter aquecida e controlar o desejo por comidinhas mais calóricas.

Entre os legumes mais consumidos nesta época do ano, está a mandioquinha, uma excelente opção para as sopas. Rica em carboidratos, o alimento garante muita energia ao organismo.

A vagem também entra na lista. Ela contém vitaminas A, B1, B2 e C, além de sais minerais como cálcio, fósforo, ferro, potássio e sódio, o que contribui com a visão, saúde da pele e do intestino.

Outra fonte de vitaminas e potássio é o chuchu, que possui sabor suave e poucas calorias. O macarrão também pode ser adicionado às sopas. Rico em carboidratos, fornece energia para as atividades diárias.

FONTE: http://mdemulher.abril.com.br/blogs/dieta-nunca-mais/2010/06/alimentos-para-se-manter-aquecida-nos-dias-frios/

sábado, 12 de maio de 2012

Portal de Acessibilidade - Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para PPDs e PPAHs no RS (FADERS)Governo do Estado do Rio Grande do Sul - Secretaria da Justiça e do Desenvolvimento Social



Avianca é condenada por não transportar cadeira de roda


08/05/2012
Tanto a Lei de Acessibilidade quanto as regras da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) garantem aos portadores de necessidades especiais a facilitação no transporte, assegurando aos passageiros toda a assistência. Com esse entendimento, a 5ª Vara Cível de Tangará da Serra (MT) decidiu que a empresa de aviação Avianca terá que indenizar uma passageira por dano moral e material por não ter feito o transporte de cadeira de rodas e de baterias da cadeira, necessárias para a locomoção da passageira. Cabe recurso.

A juiza Tatiane Colombi, relatora do processo, condenou a empresa ao pagamento de R$ 10 mil por danos morais e R$ 380 por danos materiais. A Avianca alega que os objetos (baterias) não foram transportados por questões de segurança de vôo, por conterem líquidos corrosivos. E ainda que a informação de que as baterias não poderiam ser transportadas partiu da agência de viagens e não da empresa aérea.

A defensora pública que cuidou do caso afirmou que “as regras da Anac são claras, o Regulamento Brasileiro da Aviação Civil prevê a possibilidade de transporte dessa modalidade de objetos, desde que tomadas as medidas de segurança cabíveis”. Tais medidas, inclusive, foram tomadas pela passageira, que acondicionou as baterias da melhor forma que lhe fora possível. Para a defensora, a empresa aérea deve dispor de tais embalagens a fim de transportar objetos incomuns, se adequando às necessidades do passageiro. “É indiscutível a necessidade do uso da cadeira de rodas por parte da senhora. Assim como é notório o constrangimento ao que fora submetida”, concluiu.

O fato levou a requerente, após a viagem, a permanecer vários dias deitada na cama, necessitando da ajuda de estranhos. Para amenizar a situação, por causa da falta das baterias de sua cadeira de rodas, ela teve que tomar emprestada junto à prefeitura uma de modelo mecânico. Diante do constrangimento, ela procurou a Defensoria Pública de Tangará da Serra (MT) para ajuizar uma ação de indenização por danos morais contra a empresa aérea. A ação foi proposta pela defensora pública Sílvia Maria Ferreira. Com informações da Assessoria de Imprensa da Defensoria Pública de Mato Grosso.


Fonte: Consultor Jurídico



Publicada portaria que cria Serviço de Acolhimento Institucional para jovens e adultos com deficiência

02/05/2012

A edição do último dia 25 de abril do Diário Oficial da União publicou a Resolução n° 11, do Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS), que prevê a oferta do Serviço de Acolhimento Institucional para jovens e adultos com deficiência em 40 Residências Inclusivas.

A medida, que integra as ações Plano Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência – Viver Sem Limite, possibilita a pequenos grupos de até 10 pessoas, desenvolver capacidades adaptativas à vida diária, autonomia, participação social e comunitária e vínculos familiares.

A resolução prevê também a implantação de Centros-Dia de Referência, ligada ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), em todos os estados, mais o Distrito Federal, para oferecer apoio às pessoas com deficiência em situação de risco, extrema pobreza, abandono e isolamento social.

Serão investidos até 2014, dos recursos do Plano Viver Sem Limite, mais de R$ 70 milhões na área da Inclusão Social.


Fonte: Assessoria de Comunicação Social - SEDH




Proposta dá prioridade a processos de pessoas com deficiência

02/05/2012

A Câmara analisa o Projeto de Lei 3245/12, do Senado, que estabelece prioridade na tramitação de processos judiciais e administrativos em que figure, como parte ou interessado, um portador de deficiência, desde que a causa do processo tenha vínculo com a deficiência.

O projeto altera a lei que trata dos direitos das pessoas com deficiência (7.853/89) e o Código de Processo Civil (CPC - Lei 5.869/73).

Atualmente, o CPC prevê a prioridade de tramitação em todas as instâncias para procedimentos judiciais em que figure, como parte ou interessado, pessoa com idade igual ou superior a 60 anos ou portadora de doença grave. A lei 7.853/89 não prevê esse tipo de direito para as pessoas com deficiência.

A proposta tem como fundamento a necessidade de aperfeiçoar a inclusão das pessoas com deficiência, que contam com diversos benefícios legais, mas ainda não encontram o mesmo apoio no trâmite dos processos judiciais.

De acordo com o autor da proposta, o senador Alvaro Dias (PSDB-PR), a morosidade judicial deixa muitas pessoas com deficiência sem o devido amparo, aguardando a lenta solução de processos que, muitas vezes, têm relação direta com sua deficiência e com a eventual busca da justa indenização por tê-la adquirido, tais como erro médico, acidente de trabalho e de trânsito.

Tramitação
O projeto foi apensado ao PL 7699/06, que institui o Estatuto do Portador de Deficiência, e está pronto para inclusão na pauta do Plenário.

Íntegra da proposta:
PL-3245/2012

Reportagem – Rachel Librelon
Edição – Wilson Silveira


Fonte: Agência Câmara de Notícias

quarta-feira, 9 de maio de 2012

VEJAM O VÍDEO CENSURADO NO BRASIL
POLÍTICOS NA SUÉCIA SEM AS MORDOMIAS DOS POLÍTICOS DO BRASIL
ACORDA BRASIL, VAMOS MUDAR PARA TER UMA MELHOR SAÚDE,SEGURANÇA, ENSINO,EMFIM, UM PAÍS RICO EM TODOS OS SENTIDOS E SEM ESTA CORJA USURPADORA.



terça-feira, 8 de maio de 2012



- Economizando Energia...

Tome alguns cuidados simples e garanta a economia de energia no trabalho ou em casa:


==============================================================================


 1. No verao, ajuste o seletor do chuveiro eletrico. Dessa forma e´ possivel reduzir em 30% o valor do consumo de energia eletrica gastos com a agua quente.

 2. Nao deixe a porta da geladeira aberta por muito tempo.

 3. Espere juntar uma boa quantidade de roupa para lavar e passar.

 4. Televisores e computadores so´ devem ficar ligados quando estiverem sendo usados.

 5. Faca uso de minuterias eletronicas: dispositivos que quando acionados iluminam o ambiente por aproximadamente 1 minuto.

 6. Outra forma de economia se faz com o variador de luminosidade (dimer), que permite a reducao da luminosidade da lampada deixando o ambiente seguro, garantindo conforto.
Dicas de como economizar energia elétrica no inverno 


* DICAS:

- Prefira aquecedor solar, para o aquecimento de agua.
- Procure instalar a geladeira longe de locais quentes e dos raios solares.
- Nao use a parte de tras da geladeira para secar objetos ou tecidos.
- Nao forre as prateleiras da geladeira.
- Mantenha os filtros da maquina de lavar sempre limpos.
- Voce pode optar tambem por um sensor de presenca: Ele detecta a presenca de pessoas ou animais e aciona as luzes, mantendo-as acesas por mais ou menos 1 minuto.
- Utilize lampadas eletronicas mais economicas.
- Substitua as tradicionais lampadas da area externa por luminaria solar.
- Explore o maximo a iluminacao natural da sua residencia e crie um ambiente arejado com portas e janelas amplas, bloco e telhas de vidro, e domos.
- Ha disponivel no mercado dispositivos eletricos para auxiliar na economia de energia eletrica.
- Quando tiver algum problema eletrico, procure um profissional. Para sua seguranca, nunca tente consertar sozinho.
- Fique atento com os aparelhos importados que, as vezes, operam com tensao diferente.
- Escolher a lampada correta para cada ambiente tambem contribui para a economia de energia.

 
==============================================================================



Paulo Cadaval, muito obrigado por sua atenção, muita saúde e sucesso!

PRIMEIRA VACINA

PRIMEIRA VACINA

FOTOS

FOTOS
NEUROMUSCULAR EM SÃO PAULO

Postagens populares

HIDROTERAPIA

HIDROTERAPIA