RELÓGIO

PARTICIPE SENDO UM SEGUIDOR DO BLOG

www.stepaway-polio.com

Google+

MAPA MUNDI

free counters

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

2014

Que no novo ano seja de paz e amor e que a POLIOMIELITE seja erradicada de todos os países, que as pessoas tenham saneamento básico adequado e atendimento de saúde exemplar. Que os governos de todo o planeta se unam em prol da SAÚDE HUMANA E FAMILIAR.
FELIZ ANO NOVO DE REALIZAÇÕES 



domingo, 29 de dezembro de 2013

SINTOMAS DE AVC

Perca apenas uns minutinhos..Mas Leiam..
Vale a pena..afinal todos nós estamos sujeitos a isso!!!

Durante o churrasco, Inês caiu. Queriam chamar uma ambulância mas ela insistiu que estava bem e que só tropeçara por causa dos sapatos novos. Ela estava um pouca pálida e tremia. Inês passou o resto da noite bem disposta e alegre. Mais tarde, o marido dela telefonou a informar, que a mulher fora internada no hospital. Às 23 horas falecera. Ela tinha tido um AVC durante o churrasco. Se os outros soubessem reconhecer os sintomas do AVC, ela poderia ainda estar viva. Algumas pessoas não morrem logo mas ficam durante muito tempo sujeitas a apoios e numa situação de desespero.
Só demora 1 minuto a ler o seguinte.... Um neurologista disse, se ele consegue chegar ao pé de um individuo que sofreu um AVC, ele pode eliminar as sequelas de um AVC. Ele disse, o truque é diagnosticar e tratar a pessoa durante as primeiras 3 horas. Como reconhecer um AVC?: Há 4 passos que devem ser seguidos para reconhecer um AVC. - peça à pessoa para rir (ela não vai conseguir). - Peça à pessoa para dizer uma frase simples (por exemplo: hoje está um dia bonito). - Peça à pessoa para levantar os dois braços (não vai conseguir bem). - Peça à pessoa para mostrar a língua (se a língua estiver torta ou virar dum lado para o outro, é um sintoma). Se a pessoa tem alguns destes sintomas chamar imediatamente o médico, descrever os sintomas ao telefone.
Um cardiologista disse, se for possível divulgar estas dicas a um número elevado de pessoas, podemos ter a certeza, que alguma vida - eventualmente a nossa própria possa ser salva.
Mandamos todos os dias tantas coisas inúteis, também podemos encher as linhas com coisas importantes, não acham?
Se também consideram importante compartilha!!!!!!

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Logotipo da FADERSBrasão da Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos

Villa Bella Hotel recebe prêmio Inovação do Turismo no RS

18/12/2013
A infraestrutura dedicada à acessibilidade do Villa Bella Hotel Conceito, de Gramado (RS), foi reconhecida através do 1º Prêmio Inovação do Turismo RS, realizado pela Secretaria Estadual de Turismo (Setur). O empreendimento venceu a categoria “Infraestrutura para portadores de deficiência - Acessibilidade Universal” durante a premiação que ocorreu nesta segunda-feira, dia 16, no Hotel Plaza São Rafael, em Porto Alegre, e contou com as presenças do Governador do Estado, Tarso Genro e da secretária de Turismo do Estado, Abgail Pereira.

O hotel conta com parte dos seus apartamentos adaptados para portadores de deficiências, além de equipamentos como cadeiras de rodas e de banho, entre outros que oferecem maior conforto durante a hospedagem. Há barras de segurança, rampas de acesso e espaços para locomoção em todas as dependências do hotel, inclusive na piscina, onde um equipamento especial permite o acesso. Além disso, são disponibilizados cardápios, guias de serviço, material informativo e identificação no elevador em Braille. Os colaboradores do hotel também são preparados para receber esse público.

Promovida pela Setur, a primeira edição do prêmio mobilizou diversas regiões do Estado e contou com 178 trabalhos inscritos em sete categorias: gestão e planejamento, estruturação de produto, atendimento/hospitalidade, entretenimento e lazer, acessibilidade e inclusão no turismo, sustentabilidade e promoção de produtos e destinos.

Fonte: Jornal BRASILTURIS
Logotipo da FADERSBrasão da Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos

Caxienses integram seleção campeã brasileira de futebol de surdos

18/12/2013
Competição, envolvendo também Santa Catarina e Paraná, ocorreu em Caxias do Sul

Na foto, o grupo que representou a cidade no time gaúcho Foto: Andrei Borges/Divulgação

A seleção gaúcha de futebol de surdos conquistou no final de semana o tricampeonato brasileiro. A competição, com times de Santa Catarina e São Paulo, ocorreu em Caxias do Sul.

Participaram da equipe gaúcha os caxienses Andrei Borges, Leandro Golin, Jean Nunes, Youssef Al Jamal, Felipe Zulianelo e o auxiliar técnico Paulo Cândido.

Fonte: Jornal O Pioneiro - Caxias do Sul
Logotipo da FADERSBrasão da Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos

Faders e Seduc capacitam 450 professores


Imagem de Cláudia de pé em uma sala de aula, vestindo uma camiseta amarela e calça preta, falando para um grupo de professores que estão sentados. Foto Divulgação.18/12/2013
A parceria entre a Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência e Pessoas com Altas Habilidades (Faders) e a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) capacitou, aproximadamente, 450 professores de Educação Física da rede estadual de ensino em esporte paralímpico e atividades físicas inclusivas para pessoas com deficiência.

A formação iniciou no dia 5 de novembro no município de Vacaria e teve seu término do dia 4 de dezembro em Cachoeira do Sul. A professora de Educação Física da Faders e representante do Comitê Paralímpico Brasileiro, Claudia Alfama, foi quem ministrou as capacitações. Segundo ela, a falta de estrutura é um dos maiores problemas das aulas de educação física para pessoas com deficiência: “Os professores não têm os materiais adaptados; às vezes não têm nem ginásio e dão aula no chão batido. Muitos não tem nem bola, muito menos uma bola com guizo (para deficientes visuais)”, especifica.

Outro grave problema é o preconceito de alguns professores em relação a seus alunos com deficiência, de acordo com Cláudia. “A cada 100 professores que participaram, apenas 30% trabalham com pessoas com deficiência, e dos outros 70%, metade não trabalha por falta de condições físicas e arquitetônicas. O restante não trabalha por que não quer. É muito triste ouvir coisas como 'eu não quero trabalhar com ele, porque ele é deficiente'. Mas acho que o evento foi muito positivo”, finaliza.

Em 2013, as capacitações foram focadas em debates e questões legislativas, como relata a professora. “Foi um debate bem aberto. Os professores falaram das angústias, o que pensam, mas também foi um momento para ter conhecimento de legislação e direitos humanos”, comenta Cláudia. A ideia da Seduc é intensificar as formações em 2014, para poder se concentrar em áreas mais específicas, como trabalhar melhor os esportes paraolímpicos.

Fonte: Comunicação

Logotipo da FADERSBrasão da Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos

Previdência Social lança folheto sobre aposentadoria para Pessoa com Deficiência


terça-feira, 10 de dezembro de 2013



Presidenta Dilma Rousseff diz que aposentadoria especial à pessoa com deficiência salda dívida ainda da Constituição de 1988

3 de dezembro de 2013 | Postado por klecius.ribeiro em Notícias
A presidenta Dilma Rousseff afirmou, nesta terça-feira (3), em cerimônia no Palácio do Planalto, que a assinatura do decreto que regulamenta a aposentadoria especial para pessoas com deficiência é um momento especial, em que o governo salda uma dívida que remonta à Constituinte de 1988.
“Foram necessários muitos anos, mas chegamos a um ponto importante graças ao esforço de todos aqui presentes. (…) Essa regulamentação faz parte do compromisso que temos com as ações e políticas em favor da cidadania plena, autonomia e capacidade de viver como milhões de brasileiros e brasileiras que têm deficiência. E isso significa um passo bastante importante, nesse momento em que estamos tratando de uma questão como a do direito ao descanso depois de uma vida de trabalho.”
Dilma também ressaltou a importância de promover a inclusão escolar das pessoas com deficiência e relembrou algumas ações do governo nessa área:
“Todas as crianças têm direito à educação, e é nossa obrigação garantir a elas acesso à escola, é obrigação do Estado. Para nós, é orgulho que tenhamos ampliado o número de crianças que recebem benefício de prestação continuada e frequentam educação básica. Já entregamos 1.256 ônibus acessíveis para transportar as crianças para a escola em 954 municípios. Mais de 13 mil escolas públicas receberam equipamentos para salas de recursos multifuncionais.”
A presidenta ainda reafirmou o compromisso do governo com as Apaes e todas as entidades filantrópicas, comunitárias, enfim, “todas as entidades responsáveis por escolas especiais que prestam atendimento às crianças e jovens com deficiência do Brasil.”
Aposentadoria especial – O decreto fixa condições diferenciadas para a concessão de aposentadorias por idade e por tempo de contribuição às pessoas com deficiência filiadas ao Regime Geral da Previdência Social. Para ter acesso ao benefício, além de preencher os requisitos necessários, o segurado deverá passar por um processo de avaliação que se divide em três fases: administrativa, pericial e social. (Blog do Planalto).

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

NOVO SITE :ABRASPP
http://www.abraspp.org/
repassando de:Clínica Casalihttps://www.facebook.com/clinicacasali


 
 

Mercados - Infos Mercado

 

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Logotipo da FADERSBrasão da Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos

Portal da SDH recebe Prêmio Nacional de Acessibilidade na Web

05/12/2013
O novo portal da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) recebeu nesta terça-feira (3), em São Paulo, o Prêmio Nacional de Acessibilidade na Web – Todos na Web. O projeto da SDH/PR ficou na terceira colocação da categoria Projetos Web – Governamentais.

A distinção foi concedida pelo Escritório Brasil da W3C, que seleciona iniciativas que contemplem a acessibilidade para pessoas com deficiência na internet. O novo site da SDH/PR foi lançado em agosto deste ano, depois de meses de desenvolvimento, contando com a colaboração de especialistas e pessoas com deficiência indicados pela Secretaria Nacional da Pessoa com Deficiência (SNPD), ligada à estrutura da Secretaria de Direitos Humanos.

O portal envolveu, além da própria SNPD, as equipes da Assessoria de Comunicação e do setor de Tecnologia da Informação da SDH/PR, em parceria com a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SeCom). O produto passou por avaliações do Ministério do Planejamento (MPOG), responsável pelo e-MAG 3.0, que define os critérios de acessibilidade do governo federal, obtendo nota superior a 9.

Assessoria de Comunicação Social

Fonte: SDH/PR

Logotipo da FADERSBrasão da Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos

Banco do Brasil reduz taxa de juros de Crédito Acessibilidade

05/12/2013
Taxa de financiamento de bens e serviços de tecnologia assistiva para pessoas com deficiência caiu de 7% para 5% ao ano

O Banco do Brasil reduz, a partir do dia 4, as taxas de juros praticadas no BB Crédito Acessibilidade, modalidade de financiamento de bens e serviços de tecnologia assistiva para pessoas com deficiência. Para clientes com renda até 5 salários mínimos, a taxa passa de 0,57% a.m. para 0,41% a.m. (de 7% para 5% a.a.) e, para clientes com renda entre 5 e 10 salários, de 0,64% a.m. para 0,45% a.m. (de 8% para 5,5% a.a.).

O financiamento pode ser de até 100% do valor do bem ou serviço, com limite máximo de até R$ 30 mil por pessoa e prestações debitadas diretamente na conta corrente. O prazo é de 4 a 60 meses e a primeira prestação pode ser paga em até 59 dias.

O público-alvo são os correntistas do BB com renda de até 10 salários mínimos e limite de crédito disponível. Importante destacar que é possível comprar equipamentos para si mesmo ou para ajudar alguém que necessite.

A linha de crédito já alcançou mais de R$ 65 milhões em desembolso em 2013, representando crescimento de mais de 300% em relação a 2012 e propiciando a mais de 14 mil clientes a aquisição de itens de acessibilidade. Entre os produtos financiáveis estão: cadeiras de rodas, serviços de adaptação de veículos, órteses, próteses, dentre outros. A lista completa de produtos financiáveis pode ser consultada no site www.bb.com.br/creditoacessibilidade.

Viver Sem Limite
Em novembro de 2011, o Governo Federal lançou o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência - Viver Sem Limite. Entre as ações definidas, está a acessibilidade que, por sua vez, prevê a busca e disponibilização de tecnologia, moradia e aquisição de equipamentos.

Nesse contexto, o Banco do Brasil disponibilizou o BB Crédito Acessibilidade em fevereiro de 2012. Com linhas de crédito como essa, o BB fortalece sua condição de agente de desenvolvimento sustentável do país e reforça seu compromisso em promover a cidadania e o fortalecimento da participação da pessoa com deficiência na sociedade.

Fonte: Portal Brasil
Logotipo da FADERSBrasão da Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos

Dilma regulamenta aposentadoria para pessoas com deficiência


Presidenta Dilma, acompanhada de ministros e secretários, no ato de regulamentação do decreto. Foto Divulgação.04/12/2013
No Dia Internacional de Luta das Pessoas com Deficiência, presidenta oficializou lei sobre aposentadoria para pessoas com deficiência

A presidenta, Dilma Rousseff, assinou decreto que regulamenta a Lei Complementar 142/13 - que garante aposentadoria especial para pessoas com deficiência e foi sancionada no dia 8 de maio. A cerimônia foi realizada no Palácio do Planalto, nesta terça-feira (2), em Brasília.

De São Paulo, o prefeito da capital, Fernando Haddad, e o Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, participaram do evento por teleconferência e anunciaram a inauguração dos centros especializados para atender pessoas com deficiência.

Em seu discurso, Dilma parabenizou Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência e afirmou que uma dívida está sendo paga. “Nós estamos saldando uma dívida, pois essa questão era para ser regulamentada desde a constituição de 1988”. “Deficiência não é invalidez, não é doença e deve ser respeitada”, completou a presidenta.

Dilma reforçou que os parâmetros para concessão da aposentadoria serão delimitados após a realização de uma avaliação funcional, que vai levar em conta, além da deficiência, as condições de vida da pessoa.

Foram delimitados três tipos de aposentadoria, definidos de acordo com a gravidade da deficiência (leve, moderada e grave). De acordo com a Lei, o grau de deficiência será atestado por perícia do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

As exigências para obtenção do benefício foram definidas da seguinte forma: 
25 anos de tempo de contribuição, para homens, e 20 anos, para mulheres, no caso de segurado com deficiência grave;
29 anos de tempo de contribuição (homem) e 24 anos (mulher) no caso de segurado com deficiência moderada;
33 anos de tempo de contribuição (homem) e 28 anos (mulher) no caso de segurado com deficiência leve; ou
60 anos de idade (homem) e 55 anos de idade (mulher) independentemente do grau de deficiência, desde que cumprido tempo mínimo de contribuição de 15 anos e comprovada a existência de deficiência durante igual período.
Segundo dados do censo demográfico de 2010, realizado pelo IBGE, 45,6 milhões de brasileiros declararam ser portadores de alguma deficiência. Desse total, pelo menos 17 milhões serão beneficiados.

Nesta manhã, por meio de seu perfil no Twitter, Dilma exaltou o Dia Internacional de Luta das Pessoas com Deficiência e ressaltou que a busca pelos direitos das pessoas com deficiência é uma batalha diária, que exige compromissos para toda a vida.

A presidenta também comentou a sanção da lei. “Regulamentamos o direito de trabalhadoras e trabalhadores com deficiência contribuírem por um tempo menor para a previdência”.

Contribuição
Em situações graves, o tempo de contribuição passa a ser de 25 anos para homens e 20 para mulheres. Em casos moderados exige 29 anos de contribuição para homens e 24 para mulheres. E para os segurados que têm deficiência leve, são 33 anos para os homens e 28 para as mulheres.

As pessoas com deficiência também podem se aposentar aos 60 anos de idade, se homem, e 55 anos, se mulher, para qualquer grau de deficiência, desde que tenham contribuído por pelo menos 15 anos e comprovem a existência da deficiência pelo mesmo período.

Se o segurado aposentar por tempo de contribuição, o valor do benefício será de 100%. Já no caso de aposentadoria por idade, o benefício será de 70% do salário, mais 1% para cada 12 contribuições mensais.

Café com a Presidenta
No programa desta terça-feira, a presidenta abordou o assunto em uma das perguntas direcionadas a ela. O técnico de informática Geraldo Ferreira da Silva, 41 anos, de São Paulo (SP), questionou Dilma sobre as políticas voltadas às pessoas com deficiência.

Em sua resposta, a presidenta afirmou que o governo está atento a essa questão e citou a Emenda Constitucional nº 47, promulgada em 2005 pelo Congresso Nacional. A emenda vedou a adoção de requisitos e critérios distintos para a concessão de aposentadoria.

Tipos de aposentadoria

Especial

Tem direito a esta modalidade o trabalhador que comprovar tempo de trabalho e efetiva exposição a agentes nocivos (químicos, físicos ou biológicos) pelo período exigido para a concessão do benefício (15, 20 ou 25 anos).

Além desse fator, é necessário confirmar o número mínimo de contribuições mensais exigidas pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Aposentadoria por Idade Urbana
Podem usufruir desse benefício os trabalhadores urbanos a partir dos 65 anos (homens) e a partir dos 60 anos (mulheres).

Aposentadoria por idade Rural
Nessa modalidade, os trabalhadores rurais solicitar o benefício a partir dos 60 anos (homens) e a partir dos 55 anos (mulheres).

Aposentadoria por Tempo de Contribuição Previdenciária
Podem se aposentar por tempo de contribuição os trabalhadores que comprovarem carência e tempo mínimo dede contribuição exigidos pela Lei nº. 8213/91. O valor do benefício pode ser integral ou proporcional, dependendo da situação do contribuinte.

Programa Viver sem Limite
Lançado no dia 17 de novembro de 2011, por meio do Decreto Nº 7.612, o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência - Viver sem Limite tem por objetivo implementar novas iniciativas e intensificar ações que, atualmente, já são desenvolvidas pelo governo em benefício das pessoas com deficiência.

A iniciativa tem ações desenvolvidas por 15 ministérios e a participação do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conade) e prevê um investimento total de R$ 7,6 bilhões até 2014.

Fonte: Portal Brasil
ESSE NÃO PEDIU APOSENTADORIA POR INVALIDEZ. E VEJA NÃO PERDEU 
APENAS UM DEDO DA MÃO. ENTENDEU O RECADO???


PRIMEIRA VACINA

PRIMEIRA VACINA

FOTOS

FOTOS
NEUROMUSCULAR EM SÃO PAULO

Postagens populares

HIDROTERAPIA

HIDROTERAPIA