RELÓGIO

PARTICIPE SENDO UM SEGUIDOR DO BLOG

www.stepaway-polio.com

Google+

MAPA MUNDI

free counters

sábado, 30 de outubro de 2010

MAIS OU MENOS...

 A gente pode morar numa casa mais ou menos, numa rua mais ou menos, numa cidade mais ou menos, e até ter um governo mais ou menos. A gente pode dormir numa cama mais ou menos, comer um feijão mais ou menos, ter um transporte mais ou menos, e até ser obrigado a acreditar mais ou menos no futuro. A gente pode olhar em volta e sentir que tudo está mais ou menos... TUDO BEM! O que a gente não pode mesmo, nunca, de jeito nenhum... é amar mais ou menos, sonhar mais ou menos, ser amigo mais ou menos, namorar mais ou menos, ter fé mais ou menos, e acreditar mais ou menos. Senão a gente corre o risco de se tornar uma pessoa mais ou menos.

Um Dia Você Aprende

Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança, e começa a aprender que beijos não são contratos, e que presentes não são promessas.
E ai começa a aceitar as suas derrotas com a cabeça erguida e os olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança; e aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.
E aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... e aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais, descobre que se leva anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá pelo resto da vida.
Um dia você aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias, e o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida, Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam.
Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa, por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas; pode ser a última vez que as vejamos.
Um dia você aprende que as circunstâncias e os ambientes tem influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos e nossos atos. Começa a aprender que não se deve comparar-se com os outros, mas com o melhor que você pode ser. Aprende que ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem os dois lados. Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita prática.
Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que te ajudam a levantar-se. Um dia você aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que você teve e o que você aprendeu com elas, do que com quantos aniversários você já celebrou; aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens; poucas coisas são tão humilhantes... e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.
Um dia você aprende que quando está com raiva se tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame não significa que esse alguém não o ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso. Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém; algumas vezes você tem que aprender a perdoar a si mesmo. Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado. Aprende que não importa em quantos pedaços o seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que se possa voltar para trás, portanto, plante seu jardim e decore sua alma ao invés de esperar que alguém lhe traga flores, e um dia você aprende que realmente pode suportar... que realmente é forte e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais.
E um dia você aprende que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida! Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar, se não fosse o medo de tentar.

Autoria: Autor Desconhecido

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

CARTA SOCIAL DOS CORREIOS-ECT

Correios - Home Page

Aprenda a mandar cartas por 1 centavo (R$ 0,01)

Você conhece a chamada carta social? Não!!! Não mesmo??? Não se preocupe, você não é o único.

A carta social é uma modalidade de correspondência destinada exclusivamente às pessoas físicas (remetente e destinatário), criada pela portaria nº 245, de 09 de outubro de 1995 do Ministério das Comunicações, e serve facilitar o acesso aos serviços postais às camadas menos favorecidas de nossa população, com entrega em todo o território nacional, mas pouquíssimo conhecida.

Segundo informação de um funcionário dos Correios, a carta social não é muito utilizada porque as pessoas desconhecem que podem utilizar-se deste tipo de carta.

O selo para este tipo de correspondência é vendido nas agências dos Correios por R$ 0,01 (1 centavo de Real) mas, para valer como carta social, devem ser observadas algumas regrinhas bem simples, principalmente no preenchimento dos dados do envelope:

1. Postagem máxima de 5 (cinco) cartas por remetente;

2. O limite máximo de peso igual a 10(dez) gramas para cada carta;

3. O endereço do remetente e destinatário escrito à mão;

4. O envelope não pode ter marcas de empresas ou inscrições promocionais impressas e deve estar com a inscrição "carta social" colocada pelo remetente no canto inferior esquerdo do anverso do envelope

Carta


CARTA SOCIAL
A quem se destina?
Destinada exclusivamente às pessoas físicas (remetente e destinatário). Serviço Postal prestado pela ECT com o objetivo de facilitar o acesso aos serviços postais às camadas menos favorecidas de nossa população.Principais características
1. postagem máxima de 5 (cinco) objetos por remetente;
2. limite máximo de peso igual a 10(dez) gramas;
3. endereçamento (remetente e destinatário) efetuado de forma manuscrita;
4. mensagem envelopada, não se admitindo utilização de envelope tipo "data-mailer", com janela, com timbre de pessoas jurídicas ou com inscrições promocionais impressas no envelope. É admitida a utilização de envoltório por dobramento de papel (invólucro obtido mediante dobras de uma única folha de papel ou confeccionado pelo próprio remetente).
5. menção "carta social" aposta pelo remetente no canto inferior esquerdo do anverso do envelope, acima das quadrículas reservadas à indicação do CEP;
6. franqueamento realizado por meio de selos ou estampa de máquina de franquear;
7. não utilização de qualquer serviço adicional ou acessório;
8. remetente e destinatário devem ser pessoas físicas;
9. entrega em âmbito nacional;
10. tratamento de objeto urgente.
Conheça o preço e o prazo de entrega.


Carta Comercial e Impresso Urgente
Vigência: 01/01/2010
Carta Comercial e Impresso Urgente
Gramas
Básico
Reg.
Reg.+AR
Reg.+MP
Reg.+AR+MP
Até 20
1,05
3,75
6,45
7,25
9,95
Mais de 20 até 50
1,45
4,15
6,85
7,65
10,35
Mais de 50 até 100
2,00
4,70
7,40
8,20
10,90
Mais de 100 até 150
2,45
5,15
7,85
8,65
11,35
Mais de 150 até 200
2,90
5,60
8,30
9,10
11,80
Mais de 200 até 250
3,35
6,05
8,75
9,55
12,25
Mais de 250 até 300
3,80
6,50
9,20
10,00
12,70
Mais de 300 até 350
4,25
6,95
9,65
10,45
13,15
Mais de 350 até 400
4,70
7,40
10,10
10,90
13,60
Mais de 400 até 450
5,15
7,85
10,55
11,35
14,05
Mais de 450 até 500
5,60
8,30
11,00
11,80
14,50
Carta Não Comercial e Cartão Postal
Vigência: 01/01/2010
CARTA NÃO COMERCIAL E CARTÃO POSTAL
Gramas
Básico
Reg.
Reg.+AR
Reg.+MP
Reg.+AR+MP
Até 20
0,70
3,40
6,10
6,90
9,60
Mais de 20 até 50
1,10
3,80
6,50
7,30
10,00
Mais de 50 até 100
1,50
4,20
6,90
7,70
10,40
Mais de 100 até 150
1,90
4,60
7,30
8,10
10,80
Mais de 150 até 200
2,30
5,00
7,70
8,50
11,20
Mais de 200 até 250
2,70
5,40
8,10
8,90
11,60
Mais de 250 até 300
3,10
5,80
8,50
9,30
12,00
Mais de 300 até 350
3,50
6,20
8,90
9,70
12,40
Mais de 350 até 400
3,90
6,60
9,30
10,10
12,80
Mais de 400 até 450
4,30
7,00
9,70
10,50
13,20
Mais de 450 até 500
4,70
7,40
10,10
10,90
13,60
Carta Social
Vigência: 01/01/2010
CARTA SOCIAL
Limite máximo de peso: 10 gramas0,01

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Esta é a História de um cachorro

Esta é a História de um cachorro .
SE DEUS DEU A OPORTUNIDADE DA AUTO-SUPERAÇÃO PARA UM FILHO ELE ESTENDEU PARA TODA A SUA CRIAÇÃO, SOMOS TODOS FILHOS DE DEUS E DEVEMOS SEMPRE TER FÉ E SUPERARMOS NOSSOS PEQUENOS PROBLEMAS
Ele nasceu com 3 pernas - duas saudáveis e uma anormal, na frente, que teve de ser amputada.
Certamente ele não conseguia andar quando nasceu. Mesmo a sua mãe não o aceitou.
Ele foi rejeitado e desdenhado. 

cid:image001.jpg@01C90E63.A338CE50

Seu primeiro dono também nem acreditou que ele sobreviveria. Assim sendo ele até pensou em eliminá-lo. 
Naquela época, sua atual dona Jude Stringfellow entrou em sua vida e desejou cuidar dele.

Ela estava determinada a ensiná-lo e treiná-lo para andar por si só.
Ela acreditava que só precisava de um pouco de FÉ.

Por isso ela lhe deu o nome de "Faith" (= Fé). 

cid:image003.jpg@01C90E63.A338CE50

No começo ela colocava FAITH numa prancha de surf para que ele sentisse os movimentos da água. Mais tarde lhe dava pasta de amendoim, numa colher, como um premio e recompensa por ter ficado ereto e saltar pela casa.


Até outros cachorros da casa o ajudavam e encorajavam a caminhar. Surpreendentemente, depois de apenas seis meses, como que num milagre, FAITH aprendeu a se equilibrar em suas duas patas traseiras e saltar se movendo para a frente. Depois de mais algum treinamento na neve ele pode caminhar como um ser humano! 

cid:image002.jpg@01C90E63.A338CE50
FAITH adora passear.


  
 Não importa para onde ele vai ele sempre atrai as pessoas à sua volta. Agora ele está ficando famoso no cenário internacional. Ele já apareceu em vários jornais e espetáculos de TV. Há, inclusive, um livro cujo título é "With a Little Faith" (Com um pouco de fé), publicado a seu respeito.  


Ele chegou a ser cogitado para aparecer num dos filmes de Harry Potter.



cid:image004.jpg@01C90E63.A338CE50

Sua atual proprietária, Jude Stringfellow deixou seu trabalho e carreira como professora, para levá-lo através do mundo, para orar:


"mesmo sem um corpo perfeito, alguém pode ter uma alma perfeita."


cid:image005.jpg@01C90E63.A338CE50
cid:image006.jpg@01C90E63.A338CE50

cid:image007.jpg@01C90E63.A338CE50



cid:image010.jpg@01C90E63.A338CE50

cid:image011.jpg@01C90E63.A338CE50

cid:image012.jpg@01C90E63.A338CE50

cid:image013.jpg@01C90E63.A338CE50

cid:image014.jpg@01C90E63.A338CE50

cid:image015.jpg@01C90E63.A338CE50



Na vida sempre acontecem coisas indesejáveis. 
Talvez uma pessoa que sinta que as coisas não estão indo bem como desejaria, talvez venha a se sentir melhor mudando seu ponto de vista e ver os fatos sob uma nova perspectiva.
 
Talvez esta mensagem possa trazer a todos novas formas de pensar e encarar a vida.
 
Talvez
, todos possamos apreciar e agradecer cada dia maravilhoso que se seguirá.. 
A Vida é uma demonstração contínua do poder do pensamento positivo e de ter fé.


Acredite em você!

Nunca perca a fé.

SAÚDE





domingo, 24 de outubro de 2010

ABRASPP

Olá pessoal, como é do conhecimento de vocês, a ABRASPP renovou sua diretoria e estamos reorganizando a Associação, regularizando sua situação legal. Neste sentido, solicito a vocês que façam o recadastramento ou se filiem à ABRASPP.
O endereço do site é www.abraspp.org.br
Ajude a fortalecer nossa Associação. Somente unidos conseguiremos grandes resultados e vitórias
__._,_.___

ESCREVER TEXTO SOMENTE USANDO A LETRA "P"

Apenas a língua portuguesa nos permite escrever isso...


 O cara que escreveu isso é bom em português, mas deve ser maluco e dispõe de muito tempo. 


Pedro Paulo Pereira Pinto, pequeno pintor português, pintava portas, paredes, portais. Porém, pediu para parar porque preferiu pintar panfletos. Partindo para Piracicaba, pintou prateleiras para poder progredir.

Posteriormente, partiu para Pirapora. Pernoitando, prosseguiu para Paranavaí, pois pretendia praticar pinturas para pessoas pobres. Porém, pouco praticou, porque Padre Paulo pediu para pintar panelas, porém posteriormente pintou pratos para poder pagar promessas.
Pálido, porém personalizado, preferiu partir para Portugal para pedir permissão para Papai para permanecer praticando pinturas, preferindo, portanto, Paris. Partindo para Paris, p assou pelos Pirineus, pois pretendia pintá-los.

Pareciam plácidos, porém, pesaroso, percebeu penhascos pedregosos, preferindo pintá-los parcialmente, pois perigosas pedras pareciam precipitar-se principalmente pelo Pico, porque pastores passavam pelas picadas para pedirem pousada, provocando provavelmente pequenas perfurações, pois, pelo passo percorriam, permanentemente, possantes potrancas. Pisando Paris, permissão para pintar palácios pomposos, procurando pontos pitorescos, pois, para pintar pobreza, precisaria percorrer pontos perigosos, pestilentos, perniciosos, preferindo Pedro Paulo precaver-se.
Profundas privações passou Pedro Paulo. Pensava poder prosseguir pintando, porém, pretas previsões passavam pelo pensamento, provocando profundos pesares, principalmente por pretender partir prontamente para Portugal. Povo previdente! Pensava Pedro Paulo... Preciso partir para Portugal porque pedem para prestigiar patrícios, pintando principais portos portugueses. Paris! Paris! Proferiu Pedro Paulo.

Parto, porém penso pintá-la permanentemente, pois pretendo progredir. Pisando Portugal, Pedro Paulo procurou pelos pais, porém, Papai Procópio partira para Província. Pedindo provisões, partiu prontamente, pois precisava pedir permissão para Papai Procópio para prosseguir praticando pinturas.
Profundamente pálido, perfez percurso percorrido pelo pai. Pedindo permissão, penetrou pelo portão principal. Porém, Papai Procópio puxando-o pelo pescoço proferiu: Pediste permissão para praticar pintura, porém, praticando, pintas pior. Primo Pinduca pintou perfeitamente prima Petúnia. Porque pintas porcarias? Papai proferiu Pedro Paulo, pinto porque permitiste, porém, preferindo, poderei procurar profissão própria para poder provar perseverança, pois pretendo permanecer por Portugal.

Pegando Pedro Paulo pelo pulso, penetrou pelo patamar, procurando pelos pertences, partiu prontamente, pois pretendia pôr Pedro Paulo para praticar profi ssão perfeita: pedreiro! Passando pela ponte precisaram pescar para poderem prosseguir peregrinando.
Primeiro, pegaram peixes pequenos, porém, passando pouco prazo, pegaram pacus, piaparas, pirarucus. Partindo pela picada próxima, pois pretendiam pernoitar pertinho, para procurar primo Péricles primeiro. Pisando por pedras pontudas, Papai Procópio procurou Péricles, primo próximo, pedreiro profissional perfeito.

Poucas palavras proferiram, porém prometeu pagar pequena parcela para Péricles profissionalizar Pedro Paulo. Primeiramente Pedro Paulo pegava pedras, porém, Péricles pediu-lhe para pintar prédios, pois precisava pagar pintores práticos. Particularmente Pedro Paulo preferia pintar prédios. Pereceu pintando prédios para Péricles, pois precipitou-se pelas paredes pintadas. Pobre Pedro Paulo Pereceu pintando... '
Permita-me, pois, pedir perdão pela paciência, pois pretendo parar para pensar... Para parar preciso pensar. Pensei. Portanto, pronto pararei.

E você ainda se acha o máximo quando consegue dizer:
'O Rato Roeu a Rica Roupa do Rei de Roma.'?

VENEZA SOFRENDO

Turistas visitando Veneza

Ponte dos suspiros, com anúncio da Bulgari ao fundo: a revolta contagiou notáveis, como o arquiteto britânico Norman Foster
O tempo fechou em Veneza, a Pérola que sobrevive há mais de 1 000 anos sobre as águas do Adriático e já foi considerada o berço do capitalismo. De um lado está um grupo de notáveis, que inclui o renomado arquiteto britânico Norman Foster e os diretores do MoMA, de Nova York, do Museu Britânico, de Londres, e do Hermitage, de São Petersburgo. No outro, está Giorgio Orsoni, o prefeito daquela que é uma das cidades mais especiais do planeta. O motivo da briga são os painéis publicitários de empresas como Coca-Cola, Bulgari e Swatch, presentes em frente aos maiores cartões-postais de Veneza, como o Palácio Ducal, próximo à Ponte dos Suspiros. Os notáveis publicaram, no começo de outubro, uma carta aberta no The Art Newspaper, um jornal inglês voltado para o mundo das artes e da arquitetura, argumentando que os painéis estragam a experiência dos visitantes e que outra forma de financiar as restaurações deveria ser encontrada. Um dia depois da publicação da carta veio a resposta mal-educada de Orsoni, o prefeito: "Para fazer as reformas, precisamos do dinheiro dos anúncios. Se os turistas querem ver os prédios, devem voltar para a casa e procurar livros com fotos." A favor dos defensores do direito à vista das maravilhas venezianas, há o caso de Florença. No ano passado, uma rede de supermercados recebeu a permissão para colocar um grande anúncio na Ponte Vecchio, um dos principais cartões-postais florentinos, em troca da doação de recursos a restaurações. Diante da reação enfurecida, a empresa capitulou. Retirou o anúncio - e manteve as doações. Para os críticos dos painéis publicitários, a melhor alternativa são tapumes decorados com imagens do próprio monumento ou prédio em reforma - o que não estragaria seu impacto visual.

Independentemente do que venha a acontecer em Veneza, a discussão serviu para chamar a atenção sobre a precária situação financeira da cidade. Com o número de turistas em queda, um magro repasse de verbas do governo de Roma e o êxodo de moradores e empresas, a administração municipal está com a água pelo nariz. O turismo, principal setor da economia local, com uma receita anual de 2 bilhões de euros, está em crise tanto do ponto de vista quantitativo quanto em termos de qualidade. A própria prefeitura estima que o número de visitantes estrangeiros em Veneza neste ano será 14% menor do que o de 2007. E o perfil dos visitantes que passam por Veneza tem mudado nos últimos anos - para pior. "Estamos sendo invadidos pelos turistas low-cost, aquele pessoal que quer gastar o mínimo possível", diz Samuele Constantini, porta-voz da prefeitura de Veneza. Se as mudanças na área do turismo viessem acompanhadas de mais apoio do governo central, as autoridades locais estariam tranquilas. Mas é justamente o contrário o que vem ocorrendo. No começo da década, o governo, em Roma, mandava anualmente mais de 500 milhões de euros para a prefeitura de Veneza, valor que caiu para 100 milhões de euros em 2009, ano em que o PIB do país caiu 5%. Estima-se que só as restaurações, a limpeza dos canais e a segurança custem à prefeitura 500 milhões de euros por ano. Esse valor não leva em conta as obras feitas para evitar o avanço das águas.

A combinação de menos visitantes com dinheiro insuficiente para a reforma dos prédios históricos é um golpe para uma cidade que tem se voltado cada vez mais para o turismo. Desde 1999, quando uma lei facilitou a conversão das residências e palácios em hotéis, o número de leitos disponíveis aumentou de 14 000 para 30 000. Os investidores se prepararam para um cenário de alto crescimento no turismo, mas o que se viu foi o oposto, com taxas decrescentes de ocupação. Um dos efeitos desse fenômeno foi o aumento dos aluguéis residenciais. Por isso, não é surpresa que tenha aumentado o ritmo com que as pessoas mudam para outras cidades, uma tendência iniciada há décadas.

Quem sentiu o efeito desse êxodo foram as lojas e as indústrias. A americana Alcoa, dona de uma fábrica de placas de alumínios localizada no município, ameaça fechá-la devido à falta de mão de obra qualificada. O economista Renato Brunetta, atual ministro da Administração Pública e Inovação da Itália, que perdeu as eleições para prefeito de Veneza no começo deste ano, estima que para salvar a cidade seria necessário investir 34 bilhões de dólares ao longo dos próximos dez anos. O dinheiro seria destinado à construção de imóveis para 50 000 moradores de classe média e para dar incentivos a setores não ligados ao turismo. Pelas contas de Brunetta, essa é a única maneira de evitar que Veneza se torne uma Disney italiana, repleta de turistas durante o dia e deserta durante a noite. Já os notáveis, como o arquiteto britânico Foster, também querem evitar que Veneza, sempre em obras, se transforme numa eterna Piccadilly Circus. A decadência de Veneza é uma perda para a humanidade. Quem já pôde contemplar seus palazzos à beira do Grande Canal sabe o quanto isso é verdade

sábado, 23 de outubro de 2010

SOCIALISMO OU DEMOCRACIA? AULA DE ADMINISTRAÇÃO



Aula de Administração
Adrian Rogers, 1931 

Um professor de economia na universidade Texas Tech disse que ele nunca reprovou um só aluno antes, mas tinha, uma vez, reprovado uma classe inteira.
Esta classe em particular tinha insistido que o socialismo realmente funcionava: ninguém seria pobre e ninguém seria rico, tudo seriaigualitário e 'justo. '
O professor então disse, "Ok, vamos fazer um experimento socialista nesta classe. Ao invés de dinheiro, usaremos suas notas nas provas."
Todas as notas seriam concedidas com base na média da classe, e portanto seriam 'justas. ' Isso quis dizer que todos receberiam as mesmas notas, o que significou que ninguém seria reprovado. Isso também quis dizer, claro, que ninguém receberia um "A"...
Depois que a média das primeiras provas foram tiradas, todos receberam “B”. Quem estudou com dedicação ficou indignado, mas os alunos que não se esforçaram ficaram muito felizes com o resultado.
Quando a segunda prova foi aplicada, os preguiçosos estudaram ainda menos - eles esperavam tirar notas boas de qualquer forma. Aqueles que tinham estudado bastante no início resolveram que eles também se aproveitariam do trem da alegria das notas. Portanto, agindo contra suas tendências, eles copiaram os hábitos dos preguiçosos. Como um resultado, a segunda média das provas foi "D".
Ninguém gostou.
Depois da terceira prova, a média geral foi um "F". 
As notas não voltaram a patamares mais altos mas as desavenças entre os alunos, buscas por culpados e palavrões passaram a fazer parte da atmosfera das aulas daquela classe. A busca por 'justiça' dos alunos tinha sido a principal causa das reclamações, inimizades e senso de injustiça que passaram a fazer parte daquela turma. No final das contas, ninguém queria mais estudar para beneficiar o resto da sala. Portanto, todos os alunos repetiram o ano... Para sua total surpresa.
O professor explicou que o experimento socialista tinha falhado porque ele foi baseado no menor esforço possível da parte de seus participantes.
Preguiça e mágoas foi seu resultado. Sempre haveria fracasso na situação a partir da qual o experimento tinha começado."Quando a recompensa é grande", ele disse, "o esforço pelo sucesso é grande, pelo menos para alguns de nós. 
Mas quando o governo elimina todas as recompensas ao tirar coisas dos outros sem seu consentimento para dar a outros que não batalharam por elas, então o fracasso é inevitável."
"É impossível levar o pobre à prosperidade através de legislações que punem os ricos pela prosperidade. 
Para cada pessoa que recebe sem trabalhar, outra pessoa deve trabalhar sem receber. 
O governo não pode dar para alguém aquilo que não tira de outro alguém. 
Quando metade da população entende a idéia de que não precisa trabalhar, pois a outra metade da população irá sustentá-la, e quando esta outra metade entende que não vale mais a pena trabalhar para sustentar a primeira metade, então chegamos ao começo do fim de uma nação. 
É impossível multiplicar riqueza dividindo-a." Adrian Rogers, 1931

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

PREVIDENCIA SOCIAL

Previdência Social
PAGAMENTO: Segurado tem prazo de 60 dias para sacar o benefício
Aquele que não retirar o pagamento no prazo deve pedir o desbloqueio ao INSS
11/10/2010 - 14:35:00
Da Redação (Brasília) – Os benefícios que não forem sacados dentro do prazo de 60 dias, contados a partir da data prevista para o pagamento, são devolvidos pelo banco ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A medida foi criada para evitar o pagamento indevido e qualquer tentativa de fraude, como, por exemplo, o saque do valor por terceiro, à revelia do beneficiário que recebe com cartão magnético.
Pela norma de segurança, a instituição bancária devolve o valor ao INSS. O instituto, por sua vez, bloqueia o pagamento até que o beneficiário vá até a Agência da Previdência Social (APS), responsável pelo seu benefício, para regularizar o pagamento.
Para fazer o desloqueio do cartão na APS, o segurado deve apresentar documento de identificação com foto, como carteira de identidade ou carteira de motorista. Na folha de setembro, 8.825 benefícios estavam suspensos porque o beneficiário não sacou no prazo de 60 dias.
Na folha de setembro, encerrada na última quinta-feira (7), 14.981.194 beneficiários receberam por cartão magnético, entre os quais 9.955.226 segurados da área urbana e, 5.025.968, da área rural.
Segurança - O segurado que recebe o benefício com cartão magnético deve ficar atento às normas de segurança. O cartão é seguro, facilita o saque do benefício, mas requer atenção. Em hipótese alguma o beneficiário deve fornecer a senha para terceiros. Como nos cartões da rede bancária, a senha não deve ter sequências previsíveis, tais como data de nascimento, número de telefone ou dígitos ligados diretamente ao portador.
O INSS recomenda que, em caso de dúvida no momento do saque no terminal de autoatendimento, o segurado procure um funcionário do banco e nunca peça ajuda de outras pessoas estranhas à instituição bancária.
Informações para a Imprensa
Ligia Borges
(61) 2021-5113
ACS/MPS
Previdência Social
COMBATE ÀS FRAUDES: Força-Tarefa Previdenciária prende nove nesta terça (19)
Também foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão
19/10/2010 - 10:29:00


Da Redação (Brasília) – Nove prisões foram realizadas na manhã desta terça-feira (19) pela Força-Tarefa Previdenciária (Polícia Federal, Previdência Social e Ministério Público Federal) nas cidades de Imperatriz (MA) e Dom Eliseu (PA). Também foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão.

A quadrilha falsificava certidões de óbito e declarações de exercício de atividade rural para requerimento de benefícios previdenciários, principalmente a pensão por morte rural. Os criminosos retroagiam a data do óbito para receber os atrasados quando do saque da primeira parcela da pensão por morte fraudulenta.

A Operação Retroação, uma alusão ao modus operandi da quadrilha, detectou até o momento prejuízos de meio milhão de reais. As investigações foram iniciadas em janeiro deste ano.

Participaram da operação 47 policiais federais, dois servidores administrativos da Polícia Federal e 10 técnicos do Ministério da Previdência Social.

Informações para a Imprensa
(61) 2021.5113
ACS/MPS

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

HORA CORRETA PARA TOMAR ÁGUA



 HORA CORRETA PARA TOMAR ÁGUA


Cardiologista confirmou!Sabia que…
… tomar agua na hora correta maximiza os cuidados no corpo humano?

2 copos de agua depois de acordar ajuda a ativar os órgãos internos.
1 copo de agua 30 minutos antes de comer ajuda na digestão.
1 copo de agua antes de tomar banho ajuda a baixar a pressão sanguínea.
1 copo de agua antes de ir  dormir evita ataques do coração.

PRIMEIRA VACINA

PRIMEIRA VACINA

FOTOS

FOTOS
NEUROMUSCULAR EM SÃO PAULO

Postagens populares

HIDROTERAPIA

HIDROTERAPIA