RELÓGIO

PARTICIPE SENDO UM SEGUIDOR DO BLOG

www.stepaway-polio.com

Google+

MAPA MUNDI

free counters

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Portal de Acessibilidade - Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para PPDs e PPAHs no RS (FADERS)



Mídia e Deficiência foi tema de debate na Assembleia Legislativa


Autoridades abordam suas ideias sobre o tema na mesa de abertura. Foto: Rogério Santos28/07/2011
Mídia & Deficiência – Qual o papel da comunicação no processo de inclusão? Este foi o tema abordado no seminário realizado ontem, 27/07, no Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa.

Na abertura do evento estavam à mesa o Presidente da FADERS, Cláudio Silva; o Secretário de Justiça e Direitos Humanos, Fabiano Pereira; a Secretária de Comunicação e Inclusão Digital, Vera Spolidoro; a Coordenadora do Projeto Assembleia Inclusiva, Juliana Carvalho; a Gerente de Recursos Humanos do Grupo RBS, Fernanda Damiani; o Diretor de Jornalismo do Grupo Bandeirantes RS, Renato Martins; além de outras autoridades. Cláudio Silva falou sobre a importância do debate e da colaboração de todos os envolvidos no tema: “A Assembleia Legislativa traz o tema mídia e deficiência nos grandes debates da casa, isto ajuda nos avanços e essa discussão fica muito mais ampla”. Representando o Grupo RBS, Fernanda Damiani salientou as ações da emissora para as pessoas com deficiência e que o grupo procura cada vez mais expandir essas ações. Já Renato Martins do grupo Bandeirantes criticou, de certa forma, a mídia em geral: “ Fazemos muito pouco nos meios de comunicação, na questão das pessoas portadoras de deficiência, devemos melhorar ainda mais”.

Desfeita a mesa de abertura, o primeiro painel trouxe alguns relatos de situações vividas por pessoas com deficiência que trabalham na área de comunicação. Gustavo Trevisi, jornalista com paralisia cerebral, que atua na Secretaria Estadual da Saúde, mostrou-se insatisfeito com a programação das emissoras de televisão: “ Não há espaço para pessoas com deficiência”. Jairo Marques, Chefe de Reportagem da Agência Folha, contribuiu com várias experiências vividas por ele ao longo da vida. Além de suas experiências, Jairo Marques mostrou que a Folha consegue trazer pautas com pessoas com deficiência em todos os cadernos:

"Na Folha abordamos as pessoas com deficiência em todos os cadernos,. Não fazemos apenas aquela matéria que coloca o deficiente como um coitadinho que sempre se supera para conseguir algo”.

Na parte da tarde o painel discutiu: Acessibilidade aos Meios de Comunicação, onde a mediação do debate ficou por conta do Chefe de Gabinete da FADERS, Jorge Amaro. E por fim, o último painel trouxe como tema - Políticas Públicas de Inclusão na Comunicação – com mediação do Secretário Municipal de Acessibilidade e Inclusão Social, Paulo Brum.


Fonte: ACOM Faders
Portal de Acessibilidade - Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para PPDs e PPAHs no RS (FADERS)



Cadeira para escadas retas


LEVANT: trajeto pode ir de 6 a 25 degraus, carregando até 138 quilos. Foto:THYSSENKRUPP / DIVULGAÇÃO / CP29/07/2011
Outra opção que surge no mercado, e aos poucos passa a assimilar a cultura de facilitar a vida de pessoas idosas, como já acontece em países desenvolvidos, principalmente na Europa e nos Estados Unidos, é a cadeira elevatória residencial, que funciona de uma maneira diferente dos elevadores. Ela é afixada diretamente nos degraus da escada.

Um exemplo é a Levant, fabricada pela ThyssenKrupp, equipamento para quem precisa vencer lances de escadas retas. Com design ergonômico e assento mais largo, transporta uma pessoa com até 138 quilos. Segundo Rafael Villar, gerente da Divisão de Acessibilidade da empresa, o produto prima pela segurança do usuário. Além de cinto de segurança, possui outros recursos, como bordas especiais de proteção que podem ser acionadas quando houver risco de travamento. Além disso, diz o técnico, um alerta sonoro é emitido quando a cadeira chega ao fim do seu percurso. Aliás, esse trajeto pode ir de 6 a 25 degraus.

Villar explica que o acionamento da Levant é feito pelo próprio usuário, por meio de um botão posicionado no encosto de descanso para o braço. "Ele a movimenta fazendo pressão constante sobre o botão. Assim, a cadeira para automaticamente quando o botão deixa de ser pressionado", cita. O equipamento funciona por meio de uma bateria com alimentação monofásica de 110 ou 220 volts e opera mesmo com falta de energia elétrica. A instalação é simples, pois a estrutura se adapta à escada existente na residência, sem necessidade de obras. De acordo com Villar, um modelo de cadeira simples, que está à venda no varejo, varia de R$ 17 mil a 19 mil.


Fonte: Correio do Povo



CIDEF-UCS-DITRENTO-PREFEITURA DE CAXIAS DO SUL NO REGIONAL SUL DE BASQUETE EM CADEIRA DE RODAS


Equipe de basquete em cadeira de rodas do CIDEF. Foto: Andre Pereira29/07/2011
A equipe de basquete em cadeira de rodas do CIDEF esta participando na cidade de Balneário Camburiú do Regional Sul da modalidade. A competição esta envolvendo 7 equipes: Águias de Concórdia, Aflodef de Florianópolis, RS Paradesporto de POA, Afadefi de Balneário Camburiú, OMDA de Florianópolis, CEPE de Joinville e a equipe de Caxias do Sul.

Ontem o time da serra gaúcha fez estréia com derrota diante Aflodef pelo placar de 70x53. Destaque da equipe gaúcha para Evair Ramos com 29 pontos. Hoje o grupo fez dois jogos difíceis e equilibrados, onde o resultado final não correspondeu ao transcorrer da partida. Pela manhã venceu os rivais gaúchos do RS paradesporto por 63x46, com parciais de 16x11, 12x17,20x15 e 15x03. Pela tarde os caxienses voltaram a quadra para enfrentar o Águias de Concórdia. Equilíbrio em quadra novamente, primeiro tempo empatado em 28x28, porém no 3º período a equipe cedeu a vantagem de 12 pontos e não conseguiu reverter o marcador. Segundo a comissão técnica o grupo esta sentindo a falta de ritmo competitivo. “A falta de estrutura competitiva no nosso estado nos compromete em eventos como este. Enfrentamos dificuldades ao enfrentar equipes que participam de um calendário competitivo forte”. Vale lembrar que esta sendo a primeira competição oficial do cidef na temporada 2011 e tem como objetivo a preparação do grupo para o brasileiro da 3ª divisão que será disputada do dia 11 a 16 de outubro em Fortaleza.

Resultados
AFLODEF – Florianópolis 70x53 CIDEF-UCS-DITRENTO-PREFEITURA DE CAXIAS DO SUL
RS Paradesporto 46 x 63 CIDEF-UCS-DITRENTO-PREFEITURA DE CAXIAS DO SUL
Águias de Concórdia 67 x 46 CIDEF-UCS-DITRENTO-PREFEITURA DE CAXIAS DO SUL
Próximos confrontos:
Dia 29 de julho CIDEF-UCS-DITRENTO-PREFEITURA DE CAXIAS DO SUL x CEPE de Joinville às 17h
Dias 30 de julho
CIDEF-UCS-DITRENTO-PREFEITURA DE CAXIAS DO SUL x OMDA – 10:30
CIDEF-UCS-DITRENTO-PREFEITURA DE CAXIAS DO SUL x AFADEFI – 17h


Fonte: Tiago Frank - Cidef-UCS




Ijuí recebe palestra da FADERS


Assessoria Técnica da FADERS e técnicos da APAE de  Ijuí. Foto: Faders29/07/2011
Na quinta-feira, 28/07, a FADERS desenvolveu o tema "Inclusão e Permanência no Trabalho", incluído na formação continuada para profissionais da saúde da APAE de Ijuí.

Participaram 15 técnicos da Clínica da APAE de Ijuí, e a palestra foi realizada pela Assessoria Técnica da FADERS, representada pela terapeuta ocupacional, Suzana Andrade, e a psicóloga, Iara Moares.


Fonte: Assessoria Técnica Faders




Brasil poderá ser 1º país a reparar danos por separar filhos de pais com Hanseníase


Ministra recebe representantes do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase - ASCOM/SDH29/07/2011
Representantes do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan) foram recebidos em audiência, nesta segunda-feira (25), pela ministra Maria do Rosário, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR). Em pauta, o Grupo de Trabalho que vai analisar os pedidos de indenização dos filhos das pessoas atingidas por hanseníase.

“O Brasil será o primeiro país do mundo a reconhecer o dano causado aos filhos que foram separados dos pais, isso num momento em que já existia cura para a hanseníase”, comemora o coordenador nacional do Morhan, Artur Custódio Souza. Ele disse que está bastante confiante e que tem “ótima expectativa” a respeito do Grupo de Trabalho.

A coordenadora do Morhan em Barueri, Teresa Oliveira, reconheceu o empenho do governo e entregou à ministra um abaixo-assinado com o apoio de sete mil pessoas. Maria do Rosário garantiu que dará prioridade às reivindicações do Movimento das Pessoas Atingidas pela Hanseníase.

“Vamos trabalhar para que o Grupo de Trabalho seja instituído o mais rápido possível. Estamos absolutamente comprometidos com a luta das pessoas atingidas pela hanseníase”, disse a ministra.

Para sensibilizar a população e dar mais visibilidade à sua luta, o Morhan vem promovendo assembleias estaduais em todo o Brasil. Até o momento, já foram realizados esses encontros no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Acre. Os próximos estados a serem visitados pelo movimento são: Pernambuco, Ceará, Amazonas, Espírito Santo e Goiás.


Fonte: Secretaria de Direitos Humanos


Uma Miss Brasil sem medo de reivindicar


Com pouca visão desde o nascimento, Giselle alcançou sábado o sonho de vencer concurso de beleza. Foto: GUILHERME MAZUI28/07/2011
Gaúcha de 21 anos é a mulher com deficiência visual mais bonita do país


A mais bela pessoa com deficiência visual do país abre e fecha portas com segurança, pega ônibus para ir ao trabalho, concluiu o Ensino Médio, gosta de cavalgar e de música eletrônica. A baixa visão imposta desde o nascimento sempre foi um obstáculo, jamais um ponto final aos anseios da porto-alegrense Giselle Hübbe, a primeira Miss DV Brasil (Deficiente Visual).

Aos 21 anos, a gaúcha recebeu coroa, manto e faixa no sábado passado, em Natal, no mesmo dia em que sua conterrânea Priscila Machado venceu o Miss Brasil, em São Paulo.

As duas representam a beleza da mulher gaúcha, comprovada ano após ano em concursos mundo afora.

Morena bem desenhada, dona de 50 quilos distribuídos com equilíbrio em 1m62cm, que oferece sorrisos a todo interlocutor, Giselle nasceu com uma lesão na retina, que a deixou com 7% de visão no olho direito e cerca de 3% no olho esquerdo.

– Enxergo alguma coisa, o que me dá certa independência, mas tenho minhas limitações. Percebo o ônibus chegando, mas não consigo ver o destino – explica a miss, que trabalha diariamente na Associação de Cegos do Rio Grande do Sul (Acergs).

A coroa me deu voz para batalharGiselle Guimarães Hübbe, Miss DV Brasil
Zero Hora – Como é ser a mulher com deficiência visual mais bela do país?

Giselle Hübbe – É mágico. Sempre gostei de concursos de beleza, queria muito ser Garota Verão. Tinha muita vontade de vencer um concurso. Consegui e percebi que a coroa vale muito mais, que me deu voz para batalhar por acessibilidade às pessoas com deficiências. Ser a Miss DV Brasil vai além da beleza.

ZH – Tu tinhas o sonho de vencer um concurso de beleza. Te consideras uma pessoa vaidosa?

Giselle – Desde sempre. Gosto de andar bem vestida, de cuidar do meu corpo. Me olho no espelho várias vezes ao dia. Como enxergo alguma coisa, escolho minhas roupas, faço minha maquiagem. Só peço ajuda para ver se não borrei nada, se a roupa está bem passadinha.

ZH – Qual o teu conceito de beleza?

Giselle – A gente tem de ver um todo, sentir a energia da pessoa, as expressões, o cheiro, a voz. Para quem não enxerga, a beleza é um conceito bem auditivo. Uma voz bela, clara, uma boa dicção chamam atenção.

ZH – O que mais te chama atenção em uma pessoa?

Giselle – O sorriso e a voz.

ZH – A deficiência visual limita teu lazer, teu trabalho?

Giselle – Limita, mas não impede que eu trabalhe e me divirta. Estou solteira, mas já tive dois namorados, os dois enxergavam bem. Costumo correr, gosto de ir na academia, de ir a festas com música eletrônica. Adoro ir ao CTG, andar a cavalo.

ZH – Algum sonho teu foi impedido pela limitação visual?

Giselle – Sim. Eu gostaria de ser dentista e gostaria muito de dirigir, mas sei que não é possível. Entendo, mas muitas vezes fico chateada com isso. Principalmente em dias de chuva, quando as ruas, que são esburacadas, encharcam meus pés.

ZH – O que mais falta?

Giselle – Faltam avisos sonoros nas paradas e dentro dos coletivos. Consigo ver o ônibus chegar, mas não vejo o letreiro.

guilherme.mazui@zerohora.com.br


Fonte: Zero Hora


quinta-feira, 28 de julho de 2011

Poliomielite

Rotary e a Erradicação da Poliomielite no Planeta

Comercial: Elimine A Pólio Agora - Rotary Club de Jandira

Ainda existe Pólio pelo mundo, não devemos se descuidar, vamos manter as mangas dobradas e lutar para a total erradicação da POLIOMIELITE.



O vírus da pólio continua endêmico em apenas quatro países: Afeganistão, Índia, Nigéria e Paquistão. Desde 1985, o número de casos registrados mundialmente diminuiu em 99%.

2008
O Rotary lança oficialmente a campanha para equiparar a doação desafio de US$100 milhões da Fundação Bill e Melinda Gates pela erradicação da pólio.
Em 2009, o Rotary recebe mais um subsídio de US$255 milhões da Fundação Gates e lança o Desafio 200 Milhões de Dólares do Rotary, para equiparar uma parte da quantia doada e ajudar a campanha Elimine a Pólio Agora.


 

Assista o depoimento de Bill Gates a líderes rotários



Assista Bill Gates, fundador da Microsoft, anunciar na quarta-feira, dia 21 de janeiro, durante a assembléia internacional, o aumento da doação-desafio da Fundação Bill e Melinda Gates em prol da erradicação da pólio.
Colaboração de:
paulo Borges





Evento alertou jornalistas sobre papel da mídia no processo de inclusão de pessoas com deficiência
Vanessa Canciam - MTB 2060 | Agência de Notícias   16:14 - 28/07/2011
Edição: Sheyla Scardoelli - MTB 6727     Foto: Marco Couto / Ag. AL 
 
Manual de redação com capítulo sobre mídia inclusiva foi entregue aos jornalistas participantes
Manual de redação com capítulo sobre mídia inclusiva foi entregue aos jornalistas participantes
O seminário "Mídia e Deficiência - Qual o papel da comunicação no processo de inclusão?", realizado nessa quarta-feira (27) no Parlamento gaúcho teve saldo positivo. “A meta traçada foi alcançada: provocar os jornalistas que atuam nos veículos e também os professores dos cursos de comunicação para a temática, para atuarem com mais responsabilidade e somarem no sentido de acelerarmos o processo de inclusão”, afirmou a coordenadora do projeto Assembleia Inclusiva, Juliana Carvalho, responsável pela organização do seminário.
Um dos destaques foi a apresentação do manual de redação desenvolvido neste ano pela Superintendência de Comunicação Social e Relações Institucionais da Assembleia Legislativa, no qual consta um capítulo com informações específicas sobre mídia inclusiva. A iniciativa foi elogiada pelos jornalistas. Segundo a coordenadora do evento, mais de 200 exemplares foram distribuídos para os participantes do evento e para profissionais da Record, da RBS e da Unisinos.  O gerente de jornalismo da Record, Givanildo Menezes, por exemplo, recebeu 70 manuais para distribuir entre a sua equipe. “Esperamos que os jornalistas utilizem esse recurso nas redações, para evitar erros”, completou Juliana.
SeminárioO seminário Mídia e Deficiência integra o programa Assembleia Inclusiva e foi promovido pelo grupo de trabalho da Assembleia Legislativa que debate o tema da inclusão, formado por servidores da Escola do Legislativo Deputado Romildo Bolzan, da Superintendência de Comunicação Social, do Departamento de Gestão de Pessoas e do Fórum Democrático.
Em quatro paineis realizados durante o dia todo, o evento reuniu especialistas em mídia inclusiva, profissionais que atuam em grandes veículos nacionais e estaduais e professores de cursos de comunicação. Estiveram entre os participantes das mesas de debate o cadeirante e chefe de reportagem da Agência Folha, Jairo Marques, além de profissionais da Bandeirantes, da Record, da RBS, da TVE e das universidades Unisinos, PUC/Famecos, Ulbra e da UFRGS/Fabico, entre outros convidados.
Semana de Valorização da Pessoa com DeficiênciaEntre os dias 20 e 28 de agosto, o programa Assembleia Inclusiva, em parceria com a Faders e a Prefeitura de Porto Alegre, irá promover a Semana de Valorização da Pessoa com Deficiência. Entre as atividades, está prevista a realização de um seminário sobre autismo, uma passeata do Movimento SuperAção no Parque da Redenção, um workshop de dança integrada, uma demonstração de paradesporto e um desfile de moda inclusiva, entre outras ações. 
 
© Agência de Notícias
Tel. (51) 3210-2555
Fax. (51) 3210-1226
redacao@al.rs.gov.br

 
Descrição: Descrição: C:\Users\paguiar\Desktop\blog\images\email_blogueiros.jpg

Gabriella Vieira
Núcleo de Comunicação Interativa
ASCOM- Gabinete do Ministro
Ministério da Saúde
(61) 3315-3718
Descrição: Descrição: Descrição: Ministério no Twitter  Descrição: Descrição: Descrição: Ministério no FaceBook  Descrição: Descrição: Descrição: Ministério no YouTube  Descrição: Descrição: Descrição: Ministério no Orkut  Descrição: Descrição: Descrição: Ministério no Form Spring  Descrição: Descrição: Descrição: Web Rádio Saúde
Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Assinatura.png









quarta-feira, 27 de julho de 2011

Portal de Acessibilidade - Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para PPDs e PPAHs no RS (FADERS)Governo do Estado do Rio Grande do Sul - Secretaria da Justiça e do Desenvolvimento Social




RS PARADESPORTO representará Rio Grande do Sul no Campeonato Sulbrasileiro de basquete em cadeira de rodas

26/07/2011
Os Guerreiros já estão de malas prontas para viajar a Camboriu, aonde terão pela frente a missão de representar o basquete em cadeira de rodas gaúcho no Campeonato Regional Sul. O evento que é chancelado pela Confederação Brasileira da modalidade contará com a presença das principais equipes da Região Sul do país e o RS PARADESPORTO, junto com a equipe da CIDEF de Caxias do Sul, representará o Rio Grande do Sul na competição.

O certame que inicia no dia 26 e se desenvolve até o dia 31 de julho na cidade balneário catarinense classifica duas equipes para a divisão de acesso do campeonato brasileiro. O RS PARADESPORTO, por estar rankeado entre as 20 melhores do país, já integra a 2ª divisão do certame nacional e, por isso, fará preparação com vistas ao grande objetivo da temporada que é subir para a divisão de elite do basquete sobre rodas brasileiro.

A delegação do RS PARADESPORTO contará com os atletas Gabriel Folador, Claudiomiro dos Santos, Beto Nolasco, Ronaldo Germano, José Dantas, Marlon Santiago, Fabian Martinez, Artur Rodrigues, Giacomo Braga e Luiz Portinho (que também desempenha a função de técnico). Ainda compõe a delegação a auxiliar técnica Cintia Florit.

O RS PARADESPORTO conta com os apoios do Escritório de Advocacia Criminal Gerber & Salim, da Fierro Special Cars, Procempa, Academia Forma Especial e Desenvolver – inclusão no mercado de trabalho. A equipe de basquete é apoiada também pela Secretaria Municipal de Esportes de Porto Alegre (ginásio Tesourinha) e pela FUNDERGS.


Fonte: Finalsports



Gaúcha Giselle Hübbe vence o Miss Brasil Deficiente Visual


Giselle com a coroa e a faixa de mis Rio Grande do Sul. FOTO: ARQUIVO PESSOAL25/07/2011
Título nacional foi disputado em Natal.


O final de semana foi de dobradinha gaúcha nos concursos de miss. Giselle Hübbe, 21 anos, representante do Estado, conquistou o título de Miss Brasil Deficiente Visual no sábado, na disputa realizada em Natal (RN). Ela foi coroada na mesma noite em que a também gaúcha Priscila Machado foi eleita Miss Brasil 2011.

Giselle disputou o título com outras 18 candidatas. Ela foi avaliada em critérios como simpatia, beleza, elegância e charme, e desfilou em trajes de banho e social. Para esta disputa, ela vestiu um modelo do estilista Marco Tarragô, que se uniu de forma solidária ao projeto.

De acordo com Fábio Verçoza, Rei Momo da Capital, que se tornou amigo e apoiador de Giselle durante toda a preparação para o concurso nacional, ela ligou emocionada logo após a definição do resultado:
– Ela chorava de alegria, estava muito feliz.

Levou até chimarrão para a disputa

Giselle continua em Natal, na companhia da mãe, e deve retornar hoje a Porto Alegre. Um dos segredos da sua conquista foi a simpatia e o bom relacionamento com as outras candidatas. Fábio conta que ela levou até chimarrão para compartilhar com as concorrentes.

– O sucesso dela foi esse: a integração. Eu tinha certeza que ela ia ganhar – comemora.

Eleita Miss Rio Grande do Sul Deficiente Visual no dia 7 de junho, Giselle se preparou durante um mês e meio para a disputa nacional, que foi realizada pela primeira vez. Como prêmio, a miss ganhou um final de semana com direito a acompanhante em uma cidade do Brasil.


Fonte: Diário Gaúcho



FADERS realiza palestra em Barros Cassal


Presidente Cláudio Silva palestra para professores e alunos em Barros Cassal. FOTO: Márcio Remos25/07/2011
Na última quinta-feira, 21/07, o Presidente da Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência e Altas Habilidades (FADERS), vinculada a Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos do RS, Cláudio Silva realizou palestra na cidade de Barros Cassal onde o tema abordado foi: Acessibilidade - Uma escola Para todos.

Cláudio Silva falou de todo o contexto de luta das pessoas com deficiência para com os seus direitos e ressaltou, além das preocupações com a educação das crianças com deficiência, sendo que o assunto deverá avançar no país com a realização dos eventos esportivos, principalmente as Paraolimpíadas de 2016: “ Esses próximos anos serão de grande avanço. O país terá que avançar em várias questões no tema pessoas com deficiência, principalmente na acessibilidade ".

O evento ocorreu durante toda a tarde e teve a presença de cerca de 400 pessoas.


Fonte: ACOM FADERS




Plenária debate políticas públicas para pessoas com deficiência

27/07/2011
Temas como garantia do direito dos portadores de deficiência, acessibilidade, educação, saúde, trabalho e inclusão social e escolar serão debatidos na 93ª Plenária do Fórum Permanente da Política Pública Estadual para Pessoas com Deficiência e para Pessoas com Altas Habilidades. O fórum acontece no dia 10 de agosto, a partir das 8h30min, no campus da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), em Camobi.

O secretário da Justiça e dos Direitos Humanos, Fabiano Pereira, estará presente na abertura do encontro, que tem como objetivo reunir entidades representativas, comunidade local, pais, educadores, profissionais e empresários para debater sobre o tema. O evento acontece pela parte da manhã e tarde, com encerramento às 17h30 min. Entre as atividades, está o seminário sobre a convenção da ONU e das políticas públicas.

O evento é promovido pela Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos (SJDH), por meio da Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para Pessoas Portadoras de Deficiência e de Altas Habilidades no Rio Grande do Sul (Faders), em parceria com o Ministério Público Estadual, Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), Conselho Estadual de Direitos das Pessoas com Deficiência (Coepede) e prefeitura de Santa Maria.

Confira abaixo a programação do evento:

8h30min - Abertura oficial

9h30min - Fórum: Garantia de Direitos e Cidadania: Ministério Público/COEPEDE/FADERS

11h - Experiências Locais e Região

13h30min - Seminário Técnico: Convenção da ONU e das Políticas Públicas – perspectivas e desafios

17h30min - Encerramento

Atividades paralelas

13h30min - Sala dos Gestores dos Municípios que participam do Fórum

13h30min - Encontro com Universidades da Região


Fonte: Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos



''Mídia&Deficiência'' será tema de encontro que acontece amanhã na Assembleia Legislativa

26/07/2011
A Assembleia Legislativa (AL) do RS discute, nesta quarta-feira, o papel da comunicação no processo de inclusão das pessoas com deficiência (PCDs). O seminário "Mídia & Deficiência" reunirá representantes dos principais veículos de comunicação, professores universitários e profissionais da área de comunicação que são PCDs. O evento ocorrerá das 8h30min às 18h, no Teatro Dante Barone.

A abertura do seminário terá a participação do presidente da Assembleia, Adão Villaverde; do presidente da Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência e Pessoas com Altas Habilidades (Faders), Cláudio Silva; e de representantes da mídia do Estado, entre eles o presidente do Grupo Record RS, Fábio Tucilho.

A publicitária Juliana Carvalho é a coordenadora do seminário. Cadeirante há dez anos, depois de apresentar uma inflamação na medula óssea, Juliana passou a militar em defesa da inclusão social de PCDs. Para ela, mais do que políticas públicas, a acessibilidade passa por uma mudança cultural. "Sem essa visão paternalista ou superficial. Mas que as pessoas com deficiência sejam tratadas com direitos e deveres, como qualquer cidadão."

A publicitária coordena o Projeto Assembleia Inclusiva e o Movimento Superação RS. Ela é também apresentadora do programa "Faça a Diferença", da TV Assembleia, além de escritora e blogueira.

O encontro de amanhã antecederá uma série de iniciativas que ocorrerão durante a Semana de Valorização da Pessoa com Deficiência. Mais informações podem ser obtidas acessando o e-mail escola.legislativa@al.rs.gov.br ou pelo telefone (51) 3210-1167.


Fonte: Correio do Povo


sábado, 23 de julho de 2011


Colaboração de:Thiago Cadaval


Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila.
Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.
A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos.
Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.
Deles não quero resposta, quero meu avesso.
Que me tragam dúvidas e angústias e agüentem o que há de pior em mim.
Para isso, só sendo louco.
Quero os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças.
Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta.
Não quero só o ombro e o colo, quero também sua maior alegria.
Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto.
Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade.
Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos.
Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça.
Não quero amigos adultos nem chatos.
Quero-os metade infância e outra metade velhice!
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto; e velhos, para que nunca tenham pressa.
Tenho amigos para saber quem eu sou.
Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que “normalidade” é uma ilusão imbecil e estéril.


(Oscar Wilde)












sexta-feira, 22 de julho de 2011

Previdência Social
banners

13º SALÁRIO: Presidenta Dilma assina decreto garantindo antecipação 
É a sexta vez que o abono anual é pago antecipadamente
22/07/2011 - 09:35:00


Da Redação (Brasília) – Foi publicado, nesta sexta-feira (22), no Diário Oficial da União (DOU) decreto, da presidenta Dilma Roussef, que autoriza a antecipação de parte do 13º salário na folha de agosto. O decreto também é assinado pelos ministros da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, e da Fazenda, Guido Mantega.

O crédito para cerca de 24,6 milhões de beneficiários será feito junto com a folha de agosto, depositada entre os cinco últimos dias úteis do mês e os cinco primeiros dias úteis de setembro. No ano passado, a primeira parcela do 13º foi antecipada a 23,6 milhões de beneficiários e representou uma injeção de recursos de R$ 9 bilhões na economia dos municípios.

É a sexta vez que a Previdência paga antecipadamente uma parcela dessa gratificação. A primeira foi em 2006, resultado de acordo firmado entre o governo e as entidades representativas de aposentados e pensionistas.

Valores - Aposentados e pensionistas, em sua maioria, receberão 50% do valor do benefício. A exceção é para quem passou a receber o benefício depois de janeiro. Neste caso, o valor será calculado proporcionalmente.

Os segurados que estão em auxílio-doença também recebem uma parcela menor que os 50%. Como esse benefício é temporário, o INSS calcula a antecipação proporcional ao período. Por exemplo, um benefício iniciado em janeiro e ainda em vigor em agosto terá o 13º terceiro salário calculado sobre oito meses. O segurado receberá, portanto, metade deste valor. Em dezembro, caso ainda esteja afastado, o segurado irá receber o restante. Se tiver alta antes, o valor será calculado até o mês em que o benefício vigorar e acrescido ao último pagamento do benefício.

Por lei, não têm direito ao 13º salário os seguintes benefícios: amparo previdenciário do trabalhador rural, renda mensal vitalícia, amparo assistencial ao idoso e ao deficiente, auxílio-suplementar por acidente de trabalho, pensão mensal vitalícia, abono de permanência em serviço, vantagem do servidor aposentado pela autarquia empregadora e salário-família.

Calendário – Os segurados do INSS podem acompanhar o calendário de pagamentos de 2011 pelo site da Previdência Social. Basta acessar o ícone “Agência Eletrônica: Segurado” e seguir as datas pela tabela de pagamento de benefícios de 2011. Cartazes com o cronograma também foram distribuídos à rede bancária e às Agências de Previdência Social.

Dúvidas sobre as datas do pagamento também podem ser esclarecidas por meio da Central 135. A ligação é gratuita a partir de telefones fixos ou públicos e tem custo de chamada local, quando feita de celular.

Confira aqui a íntegra do decreto 

Informações para a Imprensa:
Camilla Andrade
(61) 2021-5113
Ascom/MPS

Eu Curto. Eu Cuido.Prefeitura de Porto Alegre


Coleta automatizada: concluída instalação de contêineres

O Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) e a Conesul Soluções Ambientais, empresa responsável pela coleta automatizada do lixo orgânico domiciliar em Porto Alegre, disponibilizaram mais de mil contêineres nas 212 ruas da área-piloto de terça-feira, 12, até o amanhecer desta segunda-feira, 18, e a partir de agora dão a operação oficialmente por iniciada.
“A partir da coleta regular deverão diminuir imediatamente os problemas de contêineres com lixo acima da capacidade, o que ganhou destaque na fase de implantação, na semana passada, mas sabemos que ainda há ajustes e adaptações a serem feitas nos próximos dias. As pessoas têm nos encaminhado suas reivindicações, suas colaborações, e nossos técnicos estão analisando tudo isso. O importante é que já se nota a cidade mais limpa e a grande aceitação do novo sistema pela população”, explica Mário Moncks, diretor-geral do DMLU.
Entre os ajustes e as adaptações que o DMLU pretende trabalhar nesse primeiro momento estão a posição de alguns contêineres na rua, a distância (um metro) que os automóveis devem guardar de cada contêiner ao estacionar, para que o braço automático do caminhão coletor possa alcançar o contêiner na hora da coleta; e a disposição equivocada de lixo seletivo (seco) nos contêineres que são apenas para lixo orgânico.
A Assessoria Comunitária do DMLU prossegue o seu trabalho de abordagem porta-a-porta para distribuir panfletos educativos, explicar e esclarecer como as pessoas devem usar os novos contêineres. E a fiscalização passará a atuar mais intensamente nas áreas em que os contêineres estão sendo deslocados de seus locais de origem por algumas pessoas ou sendo usados indevidamente com lixo seco, da coleta seletiva, produtos de coletas especiais ou mesmo com resíduos da construção civil. 

Apresentação

O DMLU tem 1.495 servidores próprios, mas também trabalha com cerca de 1.700 funcionários vinculados a cooperativas e empresas contratadas. O setor administrativo está localizado na avenida Azenha nº 631, mas os serviços estão vinculados também a 12 seções e 27 capatazias estrategicamente distribuidas pela cidade.

Além das coletas domiciliar, seletiva e especial, o DMLU recolhe ainda o lixo público, que é resultado de descartes inadequados (focos de lixo) e da produção da varrição e da capina nas vias públicas. Também mantém a pintura de meios-fios, faz a roçadas em taludes e
beira de estradas (roçadeira mecanizada), a lavagem de monumentos e logradouros públicos, a limpeza de praias na orla do Guaíba e garante tanto a zeladoria quanto a manutenção dos sanitários públicos da cidade.

Após as coletas, o DMLU se encarrega de dar a destinação final adequada aos resíduos.
O lixo seco é dividido entre as Unidades de Triagem (UT), para reaproveitamento e reciclagem; os resíduos da construção civil são destinados aos aterros de inertes; e o
lixo domiciliar é encaminhado à Estação de Transbordo da Lomba do Pinheiro, onde uma pequena parte passa pela Unidade de Triagem e Compostagem (UTC) e o resto segue para o Aterro Sanitário no município de Minas do Leão, distante 113 km de Porto Alegre.


PRIMEIRA VACINA

PRIMEIRA VACINA

FOTOS

FOTOS
NEUROMUSCULAR EM SÃO PAULO

Postagens populares

HIDROTERAPIA

HIDROTERAPIA