RELÓGIO

PARTICIPE SENDO UM SEGUIDOR DO BLOG

www.stepaway-polio.com

Google+

MAPA MUNDI

free counters

terça-feira, 25 de abril de 2017

Fórum em Estância Velha debate acessibilidade e inclusão

Logotipo da FADERSBrasão da Secretaria da Justiça e dos Direitos HumanosCartilha Atitudes que fazem a diferença com Pessoas com Deficiência - Faders/SJDH

Fórum em Estância Velha debate acessibilidade e inclusão


24/04/2017
O município de Estância Velha, no Vale dos Sinos, recebeu nesta segunda-feira (24) a 150ª edição do Fórum Permanente da Política Pública Estadual para Pessoas com Deficiência e Pessoas com Altas Habilidades. O encontro, promovido pela Faders Acessibilidade e Inclusão com apoio da prefeitura de Estância Velha, ocorreu no Pavilhão de Atividades Múltiplas Balduíno Weber (PAM).



No discurso de abertura do evento, o presidente da Faders Acessibilidade e Inclusão, Roque Bakof, destacou o principal objetivo do fórum. “Queremos construir consciência e manifestar a relevância da acessibilidade e da inclusão, que são meios que nos tornam iguais na sociedade. Todos nós somos construtores deste conceito e esses encontros tem o objetivo de melhorar a nossa convivência. Pretendemos em breve lançar patrulhas da acessibilidade e da inclusão nos municípios, para estimular a conscientização da população. Felizes são aqueles que tem a possibilidade de gerar consciência e ajudar a formar o mundo que queremos viver”, disse Bakof.

A prefeita de Estância Velha, Maria Ivete Grade, afirmou que o município está construindo novas políticas públicas para promover acessibilidade e inclusão. “Queremos sempre capacitar mais os nossos profissionais. Estamos caminhando e buscando melhorar a acessibilidade em Estância Velha. Para os próximos meses, reativaremos o Conselho Municipal dos Direitos das Pessoas com Deficiência e faremos Paralimpíadas, incentivando a prática esportiva”, falou a líder municipal.

Também esteve presente o Promotor de Justiça de Estância Velha, Bruno Amorim Carpes. Em sua fala, ele destacou a necessidade de uma maior união na sociedade. “A educação e a sensibilização são muito importantes para o processo de acessibilidade e inclusão. E é isso que buscamos com o fórum. Ainda nos falta, no Brasil, um maior senso de comunidade. Precisamos disso para não ficar para trás do resto do mundo”, frisou Bruno.

O fórum contou com a participação de representantes dos seguintes municípios: Sapiranga, São Leopoldo, Presidente Lucena, Campo Bom, Dois Irmãos, Estância Velha, Nova Hartz, Novo Hamburgo e Lindolfo Collor. Após os discursos de abertura, líderes municipais e estaduais dialogaram sobre Políticas Públicas Inclusivas e os desafios e projetos de cada cidade. Para isso, os municípios presentes falaram separadamente sobre o seu cenário atual. 

No período da tarde, foram realizadas oficinas temáticas sobre Trabalho e Empreendedorismo; Políticas Públicas para Altas Habilidades; Implementação da Lei Brasileira de Inclusão e Legislativo Acessível; e Acessibilidade Arquitetônica. 

Fonte: ASCOM/Faders Acessibilidade e Inclusão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PRIMEIRA VACINA

PRIMEIRA VACINA

FOTOS

FOTOS
NEUROMUSCULAR EM SÃO PAULO

Postagens populares

HIDROTERAPIA

HIDROTERAPIA